amor de deus

O AMOR DE DEUS

O AMOR DE DEUS

AMOR DE DEUS

Ante a dor do mundo, suplicamos ao Senhor!

Paz na Terra, paz no Brasil!

Ismael de Almeida

 

Piedade Pai Eterno para as almas que padecem no mundo…
Pela dor que trespassa os corações amargurados, pelo pranto das almas sofridas, pela angústia dos enfermos, pelo sofrimento das mães, por todos aqueles que nada tem, nem mesmo a esperança que apazigue suas almas atormentadas.
Quantas criaturas de Deus trazem nas almas a fogueira da aflição, muitos espinhos dentro do coração? Parece que no mundo, a alegria se perdeu, pois quantos na vida atravessam momentos infelizes. Amar e perdoar é a grande lei da vida, mas o amor escasseou, e o perdão se esvaiu, só há tristeza e fel nos corações…
Não há mais na Terra sonhos de alegria, por isso suplicamos ao Pai de Eterno Amor, perdoar os desatinos, amparar os lares pobres, que não têm pão, que não tem alegria…
Por que meu Deus tanta dor no mundo, se o Pai Celestial deu à humanidade esta morada tão linda? Nada falta na Terra para o homem ser feliz, todos os dias Deus dá ao mundo, a beleza de um novo amanhecer, ar puro para se respirar e manter a vida, a Natureza dá o alimento, as nascentes a água pura, os bosques dão a paz, as flores dão beleza.
Deus não descuida do homem, o homem se esquece de Deus, pois cria o amargor, e não traz no coração o amor ao semelhante, não auxilia o que padece, nem estende a mão para amparar os caídos no duro chão de dor…
Meu Pai Soberano, Senhor do Eterno Amor! Misericórdia Senhor dê ao mundo a nesga de esperança, a riqueza do amor!
Jesus desceu dos altos resplendores para curar a dor da humanidade, as crises de aflições, as sombras da loucura que infelicitam o mundo e causam grande dor, assim Cristo desceu às trevas trazendo luz ao mundo.
Senhor Deus aqueles que te amam rogam ao teu doce coração: tem piedade das terras brasileiras… Retire do Brasil este manto escuro de tribulações que paira na Terra do evangelho, que necessita teu amparo libertador, e a paz de teu coração de amor!
Atende Senhor nossa oração, ajuda, ampara abençoa, e envie pelo teu amor, a paz sublime que anula a perturbação do povo brasileiro.
Deus terníssimo Pai querido de eterno amor; cuida de nossa dor; esta força terrível, dura e cega que invade os lares brasileiros.
Que o amor de Deus nos resguarde das trevas, dê-nos a proteção, e nos ajude a ser na Terra um coração pequenino, mas transbordante de amor, a orar pela paz no mundo!

QUE ASSIM SEJA.!

Paz e Luz.

A VERDADE QUE FERE

Na Exaltação do Amor

 

A folha ressequida que cai, anônima, do pedúnculo em que nasceu, é bem o símbolo do poder oculto de Deus em a Natureza.
Poder que é força, vida e amor…
Quem a recolheu?
O Sol? Não. O Vento? Não. O Homem? Não.
A folha desceu por si mesma, segundo os ditames preestabelecidos pela leis gerais do Universo, para o seio fecundante da Terra que a transforma em novo elemento no laboratório da incessante renovação.
Assim também se movem as criaturas e os destinos.
A folha cai. Os mundos caminham… O homem evolve…
Brilha o Sol, naturalmente, mantendo a Família Planetária nos domínios da Casa Cósmica.
Avança o Vento, sem esforço, nutrindo a euforia das plantas. Em princípios de soberana espontaneidade, constrói o Homem a própria existência.
Saber não é tudo.
Só o amor consegue totalizar a glória da vida. Quem vive respire. Quem trabalha progride. Quem sabe percebe.
Quem ama respira, progride, percebe, compreende, serve e sublima, espalhando a felicidade.
Siga, pois, seu roteiro, louvando o bem, esquecendo o mal e edificando sem repouso.
Se o caminho é áspero e sombrio, prossiga com destemor.
Lembra-se de que na vanguarda há mais amplo local para a sua esperança.
Busque ouvir a mensagem do amor, onde passe.
Estude amando.
Responda aos imperativos da evolução, amando onde esteja.
Atenda ao semelhante, amando com alegria.
Satisfará, em tudo, a você mesmo, amando sempre.
Na marcha ascendente para o Reino Divino, o Amor é a Estrada Real. As outras vias chamam-se experiências que a Eterna Sabedoria, ainda por amor, traçou à grande viagem das almas para que o espírito humano não se perca.
Antes de você, o amor já era.
Depois de você, o amor será.
Isso, porque o Amor é Deus em tudo.
Viva, assim, a vida, amando-a para entendê-la.
Viver e amar…
Amar e compreender…
Compreender e viver abundantemente…
Ângulos de uma verdade só – a Vida Eterna.
No entanto, viver sem amar é respirar sem trabalho digno; querer com exclusivismo entontecente é contemplar situações e circunstâncias com apriorismos que geram a enfermidade e a morte.
Se você sabe, portanto, o que é viver, porque não vive?
Só vive realmente quem ama.
Só ama efetivamente quem age para o bem de todos.
Só age, sem dúvida, para o bem de todos, quem compreende que o amor é a base da própria vida.
Fora dessa verdade, há também movimento e ação, mas movimento e ação de sombra que tornará fatalmente à luz em ciclos determinados de choro, provação e martírio.
Nada novo, sempre a Lei, que funciona compassiva, mas inexorável, restituindo a cada sementeira a colheita certa.
Comande a embarcação de seu destino e não atribua a outrem os erros que as suas mãos venham a cometer.
De você mesmo depende a própria viagem.
Instrua a você mesmo, sem procurar encobrir, ante a própria consciência, as faltas que lhe arrojam a alma ao desencanto ou ao agravo das próprias necessidades do espírito.
Ainda que a noite lhe envolva o passo, alente, no imo de ser, o dia eterno da fé.
Não se confie ao sabor da invigilância, para que invigilância não lhe arraste a existência ao sabor do sofrimento.
Antes de nós, o Universo era o Santuário da Glória Divina.
Lembremo-nos, pois, de que Deus nos criou para acrescentar-Lhe a grandeza.
Não Lhe diminuamos o esplendor, cultivando a treva…
Enganaremos a forma.
Jamais enganaremos a vida que palpita, triunfante, em nós mesmos.
Aprenda a buscar aquilo de que você carece no próprio aperfeiçoamento, antes que alguém lho ensine a preço de aflição.
Busque o roteiro exato, antes que outros se lhe ofereçam, no dia de sua perturbação, para guias de sua dor.
Força é poder. Ideia é força.
Mas só o amor condiciona o poder para a vitória da luz.
Ame e caminhe. Caminhe e vença.
Anote hoje os seus movimentos, no ritmo do trabalho e da oração, e o amanhã surgirá com brilho sempre novo.
Sorria para os lances mais difíceis da estrada e dos panoramas próximos e remotos descerrar-se-ão sorrindo à sua alma.
Não pare senão para refazer o fôlego atormentado.
Mais além, é a estrada de destino.
Não escute o murmúrio das sombras senão para socorrer as vítimas do mal, a fim de que os gemidos enganadores do nevoeiro não lhe anestesiem o impulso de elevação.
A fraternidade ser-lhe-á o anjo-sentinela entre os pântanos da amargura.
Cante o poema da caridade, seja onde for, e as criaturas irmãs, ainda mesmo quando algemadas ao crime, responder-lhe-ão com estribilhos de amor.
Guarde compaixão e a paz ser-lhe-á doce prêmio.
Exemplifique a fé que lhe honra a inteligência e o mundo abençoar-lhe-á todas as palavras.
Amanheça cada dia no serviço que lhe compete e o dever retamente cumprido manterá você, invariavelmente, na manhã luminosa da vida.
Antes de amparar a você, ampare aqueles que, desde muito, suspiram pela migalha de seu amparo.
Antes de nossa vontade, a vontade do Senhor.
Antes do bem para nós, o bem necessário aos outros.
Seja para você a justiça que observa e corrige e seja para o irmão de jornada a bondade que ajuda e absolve sempre.
Sobretudo, guarde a certeza de que o amor se emoldura na humildade que nunca fere.
Coloque você em último lugar e a vida encarregar-se-á de sua própria defesa em qualquer parte.
Ainda mesmo com sacrifício, sob chuvas de fel e gritos de calúnia, renda diariamente o seu culto ao amor e o amor na própria vida brilhará em sua alma, convertendo-a em estrela para a Glória Sem Fim.

 

Pelo Espírito André Luiz
XAVIER, Francisco Cândido.
O Espírito da Verdade. Espíritos Diversos. FEB.

FÉ É UMA LUZ

A  ORAÇÃO

 

Segundo Gandhi, o apóstolo da não-violência, “a oração é a respiração da alma”.
Os Espíritos da Codificação afirmaram a Allan Kardec que a oração deve ser “um estudo de nós mesmos”.
O homem que não ora vive desvinculado da sintonia com o Mais Alto, à mercê das circunstâncias rasteiras que o envolvem.
Toda pessoa carece de recolher-se na intimidade de si mesma para uma conversa com Deus.
A oração nos confere força, inspiração, coragem para a luta.
Oremos com os lábios, colocando o sentimento nas palavras, mas não nos esqueçamos, principalmente, de orarmos com as nossas próprias mãos…
O gesto de benevolência é a mais eloquente das preces que endereçamos a Deus.
A caridade é o passaporte de luz de nossos rogos ao Supremo Senhor da Vida.
Não há nenhuma prece que não seja ouvida por Aqueles que nos tutelam sobre a Terra.
Toda resposta dos Céus às orações dos homens passa pelo crivo do merecimento, da necessidade e da conveniência.
O hábito da oração, por si só, a pouco e pouco modifica o tônus mental da criatura que se afervora, predispondo-a a uma vida mais espiritualizada.

 

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Lições da Vida”)

LUZ E BEM