Almas Perfumadas

Almas Perfumadas

Almas Perfumadas

cheiro

Almas perfumadas

Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta. De sol quando acorda. De flor quando ri. Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda. Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete. Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher. O tempo é outro. E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.
Tem gente que tem cheiro de colo de Deus. De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul. Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis. Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo. Sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso. Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.
Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra. Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza. Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria. Recebendo um buquê de carinhos. Abraçando um filhote de urso panda. Tocando com os olhos os olhos da paz. Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.
Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa. Do brinquedo que a gente não largava. Do acalanto que o silêncio canta. De passeio no jardim. Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo. Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar. Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está dançando conosco de rostinho colado. E a gente ri grande que nem menino arteiro.
Costumo dizer que algumas almas são perfumadas, porque acredito que os sentimentos também têm cheiro e tocam todas as coisas com os seus dedos de energia. Minha avó era alguém assim. Ela perfumou muitas vidas com sua luz e suas cores. A minha, foi uma delas. E o perfume era tão gostoso, tão branco, tão delicado, que ela mudou de frasco, mas ele continua vivo no coração de tudo o que ela amou. E tudo o que eu amar vai encontrar, de alguma forma, os vestígios desse perfume de Deus, que, numa temporada, se vestiu de Edith, para me falar de amor.

Ana Cláudia Saldanha Jácomo

amor

 

Relacionamentos

Vamos falar hoje sobre o espiritismo e relacionamentos. Como sempre começamos esclarecendo e contrariando algum mito, hoje não será diferente. Para a tristeza de muitos, sentimos muito em dizer que a alma gêmea não existe. Segundo a concepção popular, a alma gêmea é a outra metade de alguém. Não acreditamos nisso pois, como o próprio Livro dos Espíritos diz, “(…) Se um Espírito fosse a metade do outro, separados os dois, estariam ambos incompletos”.
Isso não quer dizer que o espiritismo não acredita em amor, longe disso. Embora não existam almas gêmeas, há sim o que chamamos de almas afins, que são espíritos que sentem afinidades por outros. Sabe aquela pessoa que você encontra em um grupo de desconhecidos e ela imediatamente lhe agrada? Então, provavelmente há uma afinidade entre ambas as almas. Como o próprio nome diz, almas afins sentem afinidade entre uma e outra. Sendo assim, é natural que aconteçam casamentos e relacionamentos entre duas pessoas.
Outro ponto muito citado quando se fala sobre o espiritismo e relacionamentos é a pré-destinação. Existem casos sim em que duas pessoas estejam destinadas a ficar uma com a outra e isso ocorre pois tal encontro foi programado antes da encarnação. Acontece, entretanto, que nem todos os encontros programados de fato aconteçam. Como o ser humano é livre, o espírito pode mudar o ele mesmo planejou antes da encarnação. Há casos também de encarnações em que não haja nenhum encontro planejado ou até de que foi planejado para que não haja encontro algum!
Antes que você se questione sobre sua alma afim é preciso observar que o planeta Terra está em transição, ou seja, estamos saindo de um estágio de expiação e prova e entrando em uma era de regeneração. Isso faz com que muitas encarnações sejam destinadas ao resgate. Sendo assim, existem os casamentos que ocorrem por afinidade e existem também (e são grande maioria) os casamentos por resgate, ou seja, um espírito encarna com a missão de ajudar outra e ocorre uma ligação entre elas, gerando o casamento. Isso não quer dizer, entretanto, que não possa existir amor em um casamento de resgate ou que ele não possa durar a vida toda.
Mas mesmo em um mundo onde a maior parte dos relacionamentos são de resgate (se olharmos do ponto de vista espírita, é claro) ainda existem os casais por afinidade. Em um mundo cada vez mais moderno e cibernético, a afinidade pode aparecer até mesmo em duas pessoas que se conhecem através da internet.
Espiritismo e relacionamentos na internet
Tem um livro muito interessante sobre os amores digitais chamado Almas Gêmeas Online:
Um romance emocionante que consegue atrair o leitor do começo ao fim. Laura é uma jovem romântica que mesmo tendo passado por uma desilusão amorosa ainda sonha encontrar sua cara metade. Entre o desenrolar de fatos do cotidiano atual associado ao passado que justifique os acontecimentos do presente, um encontro inesperado pode mudar o rumo de sua vida. Enfoca o intercâmbio espírito-matéria, com suas influências positivas e negativas a exigir ação do livre-arbítrio para a busca da felicidade que todos almejam.
Então mesmo sabendo que existem almas afins é preciso ter em mente que isso não é tudo na vida. É preciso se questionar qual o objetivo maior da sua vida, se é achar um amor ou viver sua vida e fazer o bem através dela. Às vezes sua missão na Terra é bem maior do que encontrar sua alma afim. Já pensou nisso?

 

Mundo Maior

vida e morte

Mensagem de Chico Xavier às Mulheres

 
“A Terra, neste dia, focaliza a mulher numa merecida homenagem, pois ao longo da história, as mãezinhas, as irmãs, as filhas e as esposas nem sempre receberam a consideração e o respeito que merecem na pauta legítima do amor de Deus por todos os seus filhos.
E é exatamente a candura, o encanto e a capacidade impressionante de servir da mulher que devemos valorizar nesta hora de tantos desafios em nosso globo.
As sociedades de todos os tempos não sobreviveriam sem a capacidade de renúncia e de adequação da mulher, por efeito da sobrevivência dos sentimentos que lhes são os talentos divinos. Ao observarmos uma mãe, que desde os primeiros primórdios da concepção passa a ceder de si, em louvor da formação de um novo corpo através do qual um Espírito, de retorno a lide física, alcançará a dádiva da existência na crosta, como filho daquela abnegada servidora da criação, encontramos a chave do progresso geral e da renovação plena dos valores que devem atingir o Divino, a perfeição!
Se ao homem foi concedida a prerrogativa da ciência e o tirocínio da dominação circunstancial, fazendo dele o provedor habilidoso e o seguro condutor das forças do lar, necessitamos refletir sobre o papel das mulheres, que são potentes transformadoras de bens e valores, pelo prisma sublime e imantador do sentimento nobre. A maternidade é o dom mais sublime que nosso Pai confiou a mulher. A educação da família, pelas vibrações morais da autoridade materna, é a fonte dadivosa do caráter, da ombridade e da justiça. A ternura dessas agentes providenciais da vida, em sua condição feminina, é a nata refinada do sentimento de amor que nelas encontra ressonância viva e reflexão segura.
Saudamos todas as nossas irmãs encarnadas no mundo, desejando que, sob a bênção de Deus e de Jesus, prossigam elas, em auxílio e cooperação com os homens, entre o cumprimento do dever e a expressão dadivosa da ternura, consoante exemplificou nossa inesquecível Mãe Espiritual, Maria de Nazaré!”
Chico Xavier

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/