Amai a Deus Crede e Esperai sem Jamais Desanimar

boanoiteanjinho

Amai a Deus

 

Amai a Deus, crede e esperai, sem jamais desanimar.
Segui seus conselhos de Pai, suas Leis divinas.
Tenha perseverança em todos os momentos da vida, tentando melhorar na sua intimidade do Ser Luz que brilha dentro de ti …
Conservando e inovando os seus valores essenciais aprimorados, baseados na confiança irrestrita e na fé convicta.
Vera Jacubowski

FILHOS DE DEUS

PEDIMOS – TE

 

Grande Artífice da verdade!…

Aqui estamos nesta casa do teu coração,
como sermos penitentes em busca da perfeição,
e queremos encontrar os meios, que nos fogem da razão.

 

Pedimos – te a paz, Senhor,
mas que ela não nos venha com a feição da preguiça.

 

Pedimos – Te a luz, mas não permitas,
Senhor, que ela nos leve a cruzar os braços
nos confortos das claridades.

 

Pedimos – te, Senhor, a que nos ajude a perdoar,
sem nos afastar daqueles que, pôr vezes, nos ofenderam.

 

Pedimos – Te, Grande Força do Universo,
Amor, mas muito amor, sem que ele exija algo de alguém.

 

Pedimos – Te, Senhor, que nos dê o pão de cada dia,
sem que este pão nos leve ao egoísmo, e que
possamos reparti-lo com os que tem fome.

 

Pedimos – te, Senhor, consolação,
porém, que nos ajudes também a consolar
os tristes e os desesperados, todos os dias.

 

Pedimos – Te, meu Deus, Deus nosso,
que a saúde se instale em nós, mas que
não nos esqueçamos de ajudar os enfermos.

 

Pedimos – Te, Senhor, o teto,
mas, ajuda nos a abrir as nossas portas aos desabrigados.

 

Pedimos – Te a Tua companhia permanente,
todavia, ajuda-nos a acompanhar os deserdados,
os órfãos, os atormentados, os viciados, os criminosos,
os famintos da Tua Luz, porque sabemos que,
sem este convívio, de nada nos valer
pedir – te o que almejamos.

 

Jesus, abençoa a nossa razão e clareia o nossos sentimentos,
no afã de sentirmos a luz da Verdade e
multiplicá-la pela presença dos nossos exemplos.

 

Maria Santíssima, seja a nossa luz para que o Amor
brilhe dentro de nós como o Sol da vida.

 

Abençoa nós todos, os nossos familiares,
a humanidade inteira, os pássaros, os peixes,
os animais e a Terra em que vivemos.
ASSIM SEJA.

 

(Francisco de Assis)

sózinho
coisas impossíveis

ROTEIRO

 

O maior e melhor amigo: “DEUS”
Os melhores companheiros: “OS PAIS”
A melhor casa: “O LAR”
A maior felicidade: “A BOA CONSCIÊNCIA”
O mais belo dia: “HOJE”
O melhor tempo: “AGORA”
A melhor regra para vencer: “A DISCIPLINA”
O melhor negócio: “O TRABALHO”
O melhor divertimento: “O ESTUDO”
A coleção mais rica: “A DAS BOAS AÇÔES”
A estrada mais fácil para ser feliz: ” O CAMINHO RETO”
A maior alegria: “DEVER CUMPRIDO”
A maior força: “O BEM”
A melhor atitude: ” A CORTESIA”
O maior heroísmo: “A CORAGEM DE SER BOM”
A maior falha: “A MENTIRA”
A pior pobreza: “A PREGUIÇA”
O pior fracasso: “O DESÂNIMO”
O maior inimigo: “O MAL”
O melhor dos esportes: “A PRÁTICA DO BEM”

 

HUMBERTO DE CAMPOS
Psicografia de Francisco Cândido Xavier

boa noite pescaria

Felicidade que a prece proporciona

 

Vinde, vós que desejais crer. Os Espíritos celestes acorrem a vos anunciar grandes coisas. Deus, meus filhos, abre os seus tesouros, para vos outorgar todos os benefícios. Homens incrédulos! Se soubésseis quão grande bem faz a fé ao coração e como induz a alma ao arrependimento e à prece! A prece! ah! como são tocantes as palavras que saem da boca daquele que ora! A prece é o orvalho divino que aplaca o calor excessivo das paixões. Filha primogênita da fé, ela nos encaminha para a senda que conduz a Deus. No recolhimento e na solidão, estais com Deus. Para vós, já não há mistérios; eles se vos desvendam. Apóstolos do pensamento, é para vós a vida. Vossa alma se desprende da matéria e rola por esses mundos infinitos e etéreos, que os pobres humanos desconhecem.
Avançai, avançai pelas veredas da prece e ouvireis as vozes dos anjos. Que harmonia! Já não são o ruído confuso e os sons estrídulos da Terra; são as liras dos arcanjos; são as vozes brandas e suaves dos serafins, mais delicadas do que as brisas matinais, quando brincam na folhagem dos vossos bosques. Por entre que delícias não caminhareis! A vossa linguagem não poderá exprimir essa ventura, tão rápida entra ela por todos os vossos poros, tão vivo e refrigerante é o manancial em que, orando, se bebe. Dulçurosas vozes, inebriantes perfumes, que a alma ouve e aspira, quando se lança a essas esferas desconhecidas e habitadas pela prece! Sem mescla de desejos carnais, são divinas todas as aspirações. Também vós, orai como o Cristo, levando a sua cruz ao Gólgota, ao Calvário. Carregai a vossa cruz e sentireis as doces emoções que lhe perpassavam nalma, se bem que vergado ao peso de um madeiro infamante. Ele ia morrer, mas para viver a vida celestial na morada de seu Pai.
– Santo Agostinho. (Paris, 1861.)
KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. FEB. Capítulo 27. Item 23.

amor fonte

O Que Se Deve Entender por Pobres de Espírito

 

Bem-aventurados os pobres de espírito, pois que deles é o reino dos céus. (S. MATEUS, cap. V, v. 3.)

 

A incredulidade zombou desta máxima: Bem-aventurados os pobres de espírito, como tem zombado de muitas outras coisas que não compreende. Por pobres de espírito Jesus não entende os baldos de inteligência, mas os humildes, tanto que diz ser para estes o reino dos céus e não para os orgulhosos.
Os homens de saber e de espírito, no entender do mundo, formam geralmente tão alto conceito de si próprios e da sua superioridade, que consideram as coisas divinas como indignas de lhes merecer a atenção. Concentrando sobre si mesmos os seus olhares, eles não os podem elevar até Deus. Essa tendência, de se acreditarem superiores a tudo, muito amiúde os leva a negar aquilo que, estando-lhes acima, os depreciaria, a negar até mesmo a Divindade. Ou, se condescendem em admiti-la, contestam-lhe um dos mais belos atributos: a ação providencial sobre as coisas deste mundo, persuadidos de que eles são suficientes para bem governá-lo. Tomando a inteligência que possuem para medida da inteligência universal, e julgando-se aptos a tudo compreender, não podem crer na possibilidade do que não compreendem. Consideram sem apelação as sentenças que proferem.
Se se recusam a admitir o mundo invisível e uma potência extra-humana, não é que isso lhes esteja fora do alcance; é que o orgulho se lhes revolta à ideia de uma coisa acima da qual não possam colocar-se e que os faria descer do pedestal onde se contemplam. Dai o só terem sorrisos de mofa para tudo o que não pertence ao mundo visível e tangível. Eles se atribuem espírito e saber em tão grande cópia, que não podem crer em coisas, segundo pensam, boas apenas para gente simples, tendo por pobres de espírito os que as tomam a sério.
Entretanto, digam o que disserem, forçoso lhes será entrar, como os outros, nesse mundo invisível de que escarnecem. E lá que os olhos se lhes abrirão e eles reconhecerão o erro em que caíram. Deus, porém, que é justo, não pode receber da mesma forma aquele que lhe desconheceu a majestade e outro que humildemente se lhe submeteu às leis, nem os aquinhoar em partes iguais.
Dizendo que o reino dos céus é dos simples, quis Jesus significar que a ninguém é concedida entrada nesse reino, sem a simplicidade de coração e humildade de espírito; que o ignorante possuidor dessas qualidades será preferido ao sábio que mais crê em si do que em Deus. Em todas as circunstâncias, Jesus põe a humildade na categoria das virtudes que aproximam de Deus e o orgulho entre os vícios que dele afastam a criatura, e isso por uma razão muito natural: a de ser a humildade um ato de submissão a Deus, ao passo que o orgulho é a revolta contra ele. Mais vale, pois, que o homem, para felicidade do seu futuro, seja pobre em espírito, conforme o entende o mundo, e rico em qualidades morais.

 

KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. FEB. Capítulo 7. Itens 1 e 2.

alegre

Boa Noite e Bons Sonhos!

 

Que os anjos embalem seu sono, que você tenha um belo amanhecer, e amanhecendo, você desperte sorrindo.

 

Um final de dia feliz e de paz!

boa noite telinha

Prece no Templo Espírita

Senhor Jesus, abençoa, por misericórdia, o lar que nos deste ao serviço da oração.
Reúne-nos aqui em teu amor e ensina-nos a procurar-te para que não nos percamos à margem do caminho.
Nos instantes felizes, sê nossa força, para que a alegria não nos torne ingratos e insensíveis.
Nos momentos amargos, sê nosso arrimo, para que a tristeza não nos faça abatidos e inúteis.
Nos dias claros, concede-nos a benção do suor no trabalho digno.
Nas noites tempestuosas, esclarece-nos o espírito para que te entendamos a advertência.
Inclina-nos a pensar sentindo, para que não guardemos gelo no cérebro, e induze-nos a sentir pensando para que não tenhamos fogo no coração.
Ajuda-nos para que a caridade em nossa existência não seja vaidade que dilacere os outros e para que a humildade em nossos dias não seja orgulho rastejante! …
Auxilia-nos para que a nossa fé não se converta em fanatismo e para que o nosso destemor não se transforme em petulância.
Amorável Benfeitor, perdoa as nossas faltas.
Mestre Sublime, reergue-nos para a lição.
E, sobretudo, Senhor, faze que entendamos a Divina Vontade, a fim de que, aprendendo a servir contigo, saibamos dissolver a sombra de nossa presença na glória de tua luz!

 

Pelo Espírito Emmanuel
XAVIER, Francisco Cândido. O Espírito da Verdade. Espíritos Diversos. FEB.

deus te abençoe
força bem

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/