DIFICULDADE NASCE DO CAMPO DE NÓS MESMOS – Batuíra

DIFICULDADE NASCE DO CAMPO DE NÓS MESMOS

dificuldade BATUÍRA

Em Nós Mesmos

 

A dificuldade nasce do campo de nós mesmos.
Aqui, na Vida Espiritual, consideramos como sendo dos obstáculos mais duros de superar aquele que procede de nossa própria incompreensão à frente da vida.
Surgem diante de nós as nuvens pequeninas, insufladas aos nossos corações por inteligências desencarnadas que ainda não se compadecem com os nossos anseios de ajustamento ao Evangelho do Senhor, e nós, que nos mantínhamos firmes, acima de todos os assaltos, trememos em nós próprios, amedrontados e irritadiços…
A hora é de calma e reflexão, de modo a reconsiderarmos atitudes e caminhos.
Irmanemo-nos.
Diante do Senhor, nossos corações estão fundidos num só coração.
Nossas almas, por estranho pareça, habitam um corpo só – a obra! E a nossa colaboração na Obra de Jesus constitui o nosso próprio retrato endereçado ao futuro.
Esqueçamos as pequeninas desinteligências que nos assediam por todos os lados, da parte daqueles que ainda não nos apoiam os desejos de redenção e progresso.
Confiemo-nos uns aos outros.
Não permitamos que a insegurança nos ameace.
Guardemos serenidade no amor que nos reúne uns aos outros.

Paz íntima, paz por dentro.

Batuíra – Francisco Cândido Xavier

vigilante

Amor, a Solução.

 

Auxiliemo-nos para sermos auxiliados. Se algum companheiro perde a força do ideal, sejamos aquele suporte de amor que o escore na travessia do desânimo, a fim de que o vejamos refeito para bênção do Serviço.
Se outro sofre provações ou privações de qualquer natureza, sejamos nós o apoio sobre o qual se mantenha para atingir novamente a segurança precisa.
Se outro se desgoverna na sombra da irritação, façamo-nos, junto dele, o silêncio e a prece capazes de repô-lo na rearmonização necessária.
Se outro ainda nos pareça indiferente ou distante, envolvamo-lo em calor de entendimento e ternura, a fim de que volte ao clima da paz e da eficiência em louvor do Cristo.
Em tese’>síntese, convertamo-nos, por amor, em suplementações uns dos outros, no levantamento do bem, de vez que, assim agindo, estaremos glorificando a bendita herança do trabalho que Jesus nos legou, não somente ofertando-lhe o rendimento justo, mas, também, cumprindo o excelso programa de nosso Divino Mestre, quando nos exortou:
– Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.

Batuíra

VÍNCULO DE AMOR

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/