A ENERGIA MAIS PODEROSA DO UNIVERSO

29298

A ENERGIA MAIS PODEROSA

A energia mais poderosa do universo é o Amor que emana
do Divino ao nosso coração.

Vera Jacubowski

pomba nas mãos 1

Ser Presente em um mundo de Ausências

Nos é cobrado diariamente a presença em diversas atividades.
Às vezes, por conta do estilo de vida agitado e do excesso de compromissos, nos sentimos cansados, sufocados e tudo o que mais queremos é nos refugiar em um local sereno longe de tudo e de todos. Infelizmente acabamos por não encontrar esse local mágico e sofremos as consequências desse desequilíbrio.
Esse excesso de compromissos – presença constante, apesar de ser comum, não é a melhor maneira de se viver com sabedoria usufruindo as oportunidades que se apresentam.
Deixe-me fazer entender. Adquirimos o hábito de assumir muito mais do que temos capacidade de assimilar e desempenhar. Gradativamente, na maioria das vezes, sem que tenhamos consciência, para nos fazer presente, vamos nos moldando a expectava da sociedade, do momento. Aniquilando aquilo que realmente somos: o nosso verdadeiro eu.
Da mesma forma que usamos vestimentas diferentes para as diversas atividades, vamos vestindo valores e crenças de acordo com a necessidade que temos de agradar e ser aceito.
Se analisarmos com serenidade, perceberemos que vamos construindo “pseudo eus”, que são a origem de nosso cansaço e a necessidade constante de buscarmos refugio.
Cada vez que nos utilizamos desses “pseudo eus” vamos poluindo o mundo com ausências, gerando ainda mais a efetivação do vazio e do supérfluo.
Com urgência, se faz necessário meus queridos amigos, nos fazermos presentes para dissolvermos as ausências e o mundo de aparências que nos sufoca.
O se fazer presente, ao contrário do que pode parecer, não é desgastante, não é incomodo e nem exige superpoderes.
Se fazer presente é assumir-se como um ser que está em busca de conhecimento de si mesmo, aceitando o que se é no momento atual. Mas buscando aprimorar-se, ou seja, reconhecendo as fragilidades e as limitações bem como os pontos fortes e os talentos.
Esse vestir-se de vários “eu” ou máscaras é que nos causa tamanho cansaço e vazio.
É preciso desenvolver o discernimento para separar o que nos convém daquilo que não nos convém, respeitando-se para poder respeitar o outro.
Ao nos utilizarmos de máscaras estamos protelando as mudanças que se fazem necessárias e criando mais ausências num mundo já extremamente vazio.
Sejamos fiéis a nós mesmos escolhendo e priorizando atividades que realmente possam ter um significado em nosso aprendizado. Assim o excesso de atividade será reduzido, e mesmo que ainda exista será muito menos desgastante, pois seremos apenas um “eu”, o nosso ser verdadeiro, nos fazendo presente em todos os momentos, procurando dar o melhor que temos na construção do mundo que almejamos.
Meus amigos, os convido a se fazerem presentes no mundo de ausências, sendo agentes das mudanças que se fazem necessárias para que vivamos os ensinamentos de Jesus hoje.
Com muito carinho,
Em: 02-09 -2015
Médium: Lúcia (Grupo Mediúnico Maria de Nazaré – CAVILE)
Espírito: Irmão Matheus (Colônia Espiritual Maria de Nazaré)

66642

Louvor

 
A manhã esplende jubilosa, louvando a terra adormecida com a dádiva do despertar.
A vida canta estuante ao nascer do dia, louvando a mensagem da luz.
As flores sorriem perfumes ao contato dos raios selares, louvando a graça do calor.
A terra umedecida produz, louvando a felicidade da doação fertilizante.
O rio abraça jubilosamente o oceano, louvando a amplidão marinha.
O diamante brilha, louvando as marteladas lapidadoras que o fizeram fulgir.
O homem ama, louvando a oferenda divina que lhe felicita o coração.
O crente ajoelha-se ditoso e louva o Senhor agradecendo a dádiva da fé.
*
Flutuando, corre a nuvem louvando a oportunidade de distender-se na atmosfera rarefeita.
A árvore cresce e louva o solo que a viu nascer, estendendo galhos que projetam sombra acolhedora, multiplicando bênçãos de flores e frutos…
Toda a vida na terra é um hino de louvor ao Senhor de todas as coisas.
O sol que brilha, o coração que ama, a ave que canta, as mãos que socorrem, a flor que perfuma, o ser que perdoa, o diamante que fulge, o sentimento que ajuda, são manifestações do espírito de louvor que vivifica o mundo, entoando a. música de gratidão à Fonte Doadora e Soberana da Vida.
Através do trabalho ativo e continuado, entoa, também, o teu hino de louvor ao feliz ensejo de realização na terra dolorida, fazendo dos braços instrumentos de progresso que gera a harmonia e do coração harpa divina a modular contínua canção de esperança e paz.
Agora que encontraste a Doutrina Espírita que te liberta da pesada canga da ignorância e que te dá ao lado do discernimento o entusiasmo e o amor à vida, louva e agradece a Deus a felicidade que ora te enriquece, distribuindo as flores da tua alegria íntima em forma de caridade para com todos e amor a tudo e todos, jubiloso ao claro sol da legítima razão de viver: servir para redimir-se!
*
“Todo o povo, vendo isto, deu louvor a Deus”. Lucas: capítulo 18º, versículo 43.
*
“Espiritismo! doutrina consoladora e bendita! felizes dos que te conhecem e tiram proveito dos salutares ensinamentos dos Espíritos do Senhor!”. Evangelho Segundo o Espiritismo – Capítulo 10º – Item 18, parágrafo 2.
FRANCO, Divaldo Pereira. Florações Evangélicas. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. LEAL. Capítulo 38.

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/