A CAMINHO DA LUZ

Fazer o Bem

 

Fazer o bem proporciona inúmeras alegrias duradouras para a nossa alma.

Fazer o bem é a fórmula mais perfeita de se auto-ajudar e de ajudar.


Vera Jacubowski

bem alegrias vera jacubowski

REENCARNAÇÃO MINHA PREPARAÇÃO

Sou tão pequenino,
alguns me chamam de anjinho,
mas sou um velho espírito,
que se prepara para retornar,
à velha e boa Terra,
para aprender mais um bocadinho.
Meu corpo espiritual foi preparado,
o necessário diminuindo,
para ao ventre materno ser ligado,
pelo medo do fracasso,
sinto-me na minha vontade enfraquecido.
O meu pensamento elevando,
por Jesus clamando,
a Ele uma só coisa pedindo,
antes de pelos vícios da alma ser vencido,
por Vós eu seja paralisado.
Desta forma, para o meu interior me voltando,
as minhas chagas visualizando,
eu Te darei Graças,
por não ter permitido,
que eu fosse arrastado,
pelo lamaçal dos meus vícios.
Imediatamente pela Tua Força sou alcançado,
por grande luminosidade sou envolvido,
tenho certeza que Tu estás comigo,
pelos meus vícios não serei vencido,
com um sorriso dos amigos me despeço,
imensa paz me invade, ao esquecimento me entrego.
Irmãos tenham certeza que renascer em um novo corpo, quando feito de forma consciente, o espírito aceitando ou pedindo o retorno à carne, é sempre motivo de grande ansiedade e de certo temor, pois na carne as sensações tomam um vulto muito maior, principalmente por que a tudo sentimos com os sentidos da matéria, difícil ficando sabermos equilibrar o emocional com o racional, por isto antes do meu último reencarne foi esta a prece que dirigi ao Mestre, que NUNCA ABANDONA NENHUMA DE SUAS OVELHAS.
Ditado por João de Albuquerque (Espírito)
Psicografado por Luconi

a paz emmanuel

A CAMINHO DA LUZ

Nossos pobres olhos não podem divisar particularidades nesse deslumbramento, mas sabemos que o fio da luz e da vida está em suas mãos. É Ele quem sustenta todos os elementos ativos e passivos da existência planetária. No seu coração augusto e misericordioso está o Verbo do princípio. Um sopro de sua vontade pode renovar todas as coisas e um gesto seu pode transformar a fisionomia de todos os horizontes terrestres.
Passaram as gerações de todos os tempos, com as suas inquietações e angústias. As guerras ensanguentaram o roteiro dos povos nas suas peregrinações incessantes para o conhecimento superior. Caíram os tronos dos reis e esfacelaram-se coroas milenárias. Os príncipes do mundo voltaram ao teatro de sua vaidade orgulhosa, no indumento humilde dos escravos, e, em vão, os ditadores conclamaram, e conclamam ainda, os povos da Terra, para o morticínio e para a destruição.
O determinismo do amor e do bem é a lei de todo o Universo e a alma humana emerge de todas as catástrofes em busca de uma vida melhor.
Só Jesus não passou, na caminhada dolorosa das raças, objetivando a dilaceração de todas as fronteiras para o amplexo universal. Ele é a Luz do Principio e em suas mãos misericordiosas repousam os destinos do mundo. Seu coração magnânimo é a fonte da vida para toda a Humanidade terrestre. Sua mensagem de amor, no Evangelho, é a eterna palavra da ressurreição e da justiça, da fraternidade e da misericórdia. Todas as coisas humanas passaram, todas as coisas humanas se modificarão. Ele, porém, é a Luz de todas as vidas terrestres, inacessível ao tempo e à destruição.
Enquanto falamos da missão do século XX, contemplando os ditadores da atualidade, que se arvoram em verdugos das multidões, cumpre-nos voltar os olhos súplices para a infinita misericórdia do Senhor, implorando-lhe paz e amor para todos os corações.
 
Fontes: Emmanuel – “A Caminho da Luz” – Psicografia de Chico Xavier

orar sempre bezerra de menezes

Ciência e Amor

“A ciência incha, mas o amor edifica.” – Paulo. (1ª EPÍSTOLA AOS CORÍNTIOS, capítulo 8, versículo 1.)
A ciência pode estar cheia de poder, mas só o amor beneficia. A ciência, em todas as épocas, conseguiu inúmeras expressões evolutivas. Vemo-la no mundo, exibindo realizações que pareciam quase inatingíveis. Máquinas enormes cruzam os ares e o fundo dos oceanos. A palavra é transmitida, sem fios, a longas distâncias. A imprensa difunde raciocínios mundiais. Mas, para essa mesma ciência pouco importa que o homem lhe use os frutos para o bem ou para o mal. Não compreende o desinteresse, nem as finalidades santas.
O amor, porém, aproxima-se de seus labores e retifica-os, conferindo-lhe a consciência do bem. Ensina que cada máquina deve servir como utilidade divina, no caminho dos homens para Deus, que somente se deveria transmitir a palavra edificante como dádiva do Altíssimo, que apenas seria justa a publicação dos raciocínios elevados para o esforço redentor das criaturas.
Se a ciência descobre explosivos, esclarece o amor quanto à utilização deles na abertura de estradas que liguem os povos; se a primeira confecciona um livro, ensina o segundo como gravar a verdade consoladora. A ciência pode concretizar muitas obras úteis, mas só o amor institui as obras mais altas. Não duvidamos de que a primeira, bem interpretada, possa dotar o homem de um coração corajoso; entretanto, somente o segundo pode dar um coração iluminado.
O mundo permanece em obscuridade e sofrimento, porque a ciência foi assalariada pelo ódio, que aniquila e perverte, e só alcançará o porto de segurança quando se render plenamente ao amor de Jesus-Cristo.

XAVIER, Francisco Cândido. Caminho, Verdade e Vida. Pelo Espírito Emmanuel. 28.ed. Brasília: FEB, 2009. Capítulo 152.

 

esperando acontecer

ALCANÇAR A PAZ E A FELICIDADE

Todo mal que fazemos a alguém gravita em torno de nós até que atraímos o mesmo mal para nós. O mal que fazemos aos outros se tornam manchas a nossa volta que precisam ser limpadas para que nossa luz consiga brilhar. O bem que fazemos aos outros se tornam luzes a nossa volta que nos fortalecem, nos capacitando para vencer as provas que nos vêm. Fora da Caridade não há salvação. Para alcançarmos a paz e felicidade precisamos nos doar fazendo o bem a quem nos rodeia. Quem não se dispõe a auxiliar se isola por isso não consegue aprender ou entender nada que seja relacionado a vida espiritual.
Sandro Simões

Comentários