Mensagem de Bezerra de Menezes pela psicofonia Divaldo Franco

mérito chico xavier
amar sempre bezerra de menezes
distribuição dos pães

Sr. Jesus,

Abençoa os teus servidores recém chamados a tua seara de sublimação, a ultima hora a tua misericórdia localizou-nos na ociosidade no vicio distante dos deveres para contigo e para com o pai, e aceitamos a tua envidação, entregando-nos em regime de totalidade ao ministério da auto iluminação;
reconhecemos a falta de condições para desempenhar o ministério que nos confiaste, mas tu que nos conheces identificando as nossas imperfeições elegeste-nos a si mesmo, e aqui estamos, nesta hora muito grave em que as crises tornam-se o dia a dia dos habitantes do planeta, crises de toda ordem, porem sabemos senhor que após a crise bem administrada vem os resultados opimos da luta, e sabemos que a madrugada começa alguns segundos depois da meia noite, amanhece Jesus o dia da era nova por enquanto ainda tisnado pelas sombras assinalado pela herança ancestral, dependendo no entanto de nós a mudança em definitivo para que se estabeleça o primado do espírito,
perdoa-nos a indigência moral a pobreza de sentimentos a carência de recursos pois que os poucos que possuímos são-nos concedidos por ti, mas permite que os corações afetuosos que nos ouvem mantenham-se em paz, não permitindo que o mal dos maus afete-lhes a harmonia interior contigo, ajuda-os a vencer as provas difíceis que se avizinham, alem destas que no planeta quase todos experimentam.
Desta forma permite-me ao teu servidor humílimo dizer filhas e filhos da alma ide cantando o hino de alegria, já não existem os circos o empalamento as fogueiras os presídios localizados em determinadas áreas geográficas, expande-se-lhes as fronteiras alargaram-se os horizontes, as feras os instintos indomados estão a solta, tende bom animo se necessário sacrificai o orgulho o egoísmo, em favor da solidariedade da fraternidade aprendei a renuncia,
porque vitorioso nem sempre é aquele que conquista a láurea terrestre, foi no silencio dos mártires que a mensagem de Jesus alcançou os altiplanos da vida, perseverai no bem possuindo a honra de pagar o tributo pela felicidade de voz identificardes com a palavra do amigo que ainda não tem amigos, e permanecei na Fé pura transformada em ação em favor de vós próprios na pessoa do vosso irmão, filhas e filhos da alma em qualquer circunstância amai, Jesus espera que cumpramos com nosso dever,
porque ele, vem se desempenhando da missão que o pai lhe confiou com paciência misericórdia e confiança em nós. Que ele nos abençoe e nos proporcione plenitude espiritual.

 

São os votos do servidor humílimo e paternal de sempre
Bezerra, muita paz.


Não desanimar

 

Cabe-nos não desanimar; prosseguir com o espírito voltado para o bem, de tal forma, que as paixões primitivas cedam lugar às peregrinas virtudes descendentes do amor.
Desesperada, a criatura humana suplica misericórdia, e os céus generosos fazem chover sobre a terra as messes de misericórdia e de encorajamento para a vida.
Não vos deixeis contaminar pelos desequilíbrios que grassam, pelo vírus do horror, que leva a vida aos patamares mais sofridos. Erguei-vos em pensamentos e em ação Àquele que nos prometeu estar conosco em qualquer circunstância para que pudéssemos ter vida e vida em abundância.
Filhos da alma, vossos guias espirituais adejam ao vosso lado como aves sublimes de ternura, aguardando a oportunidade de manter convosco intercâmbio iluminativo.
Não vos permitais o luxo da negativa às suas inspirações gloriosas. Não recalcitreis ante o espinho cravado nas carnes da alma de que necessitais momentaneamente.
Desde quando conhecestes Jesus, tendes o descer de demonstrar-lhe fidelidade e amor, basta-vos abrir os sentimentos de fraternidade e de misericórdia para com todos aqueles que sofrem, perdoando-vos os equívocos e perdoando as agressões que vos chegam ameaçadoras.
Ninguém a sós, em nome desses espíritas, que comparecem a este evento há cinquenta e nove anos sucessivamente.
Nós vos conclamamos à diretriz de segurança para uma existência de paz. Amar! Sede vós aqueles que amam. Rejeitados, menosprezados e até perseguidos, aureolai-vos no amor para que se exteriorizem os sentimentos sublimes do Cordeiro de Deus e em breve possamos ver bebendo no mesmo córrego, o lobo e o cordeiro, os bons e os ainda maus, fascinados pela água pura do Evangelho libertador.
Ide em paz, meus filhos, retornai aos vossos lares e buscai a luz da verdade que dissipa a ignorância e que anula a treva.
Jesus conta convosco na razão direta em que com Ele contamos. Abençoe-nos o incomparável amigo Jesus e dê-nos a sua bênção de paz.

 

Com muito carinho, o servidor humílimo e paternal de sempre, Bezerra
Divaldo Pereira Franco. Pelo Espírito Bezerra de Menezes. Psicofonia de Divaldo Pereira Franco, na conferência de encerramento da 59ª Semana Espírita de Vitória da Conquista, em 9.9.2012.

recompensa nenhuma chico xavier

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/