PORTAL DE VIDA SIMPLES

jesus crianças

Como Uma Criança

Digo a verdade:
“Quem não receber o Reino de Deus como uma criança, nunca entrará nele”
Jesus
….Na verdade, só seremos filhos amados de nosso Pai Celestial,
quando fizermos do nosso coração um portal de vida simples,
exemplificado pelo amor.”
Vera Jacubowski

Educação:

Aprendizado para a vida

Hoje gostaria de refletir com vocês sobre a importância da educação, ou mais precisamente, sobre a importância de nos educarmos aprendendo para a vida.
Esse tema com certeza é muito antigo, pois podemos até supor, que a educação e o aprendizado para a vida antecedem o surgimento do homem no orbe terrestre.
Assim questiono o que há de novo e tão importante nesse assunto?
Quando falamos em educação, imagino que o primeiro quadro mental que venha até vocês seja o da educação formal. Escolas, cadernos, livros, matérias técnicas, projetos, enfim uma quantidade enorme de informação.
Mas quero lembra-los que educação é muito mais do que um aprendizado formal, técnico. A educação deve ser o aprendizado para a vida. E quando falamos em vida, queremos mencionar que o homem sendo um ser trino deve desenvolver a vida em sua totalidade e complexidade e não somente em um dos tripés que a compõem.
Em outras reflexões colocamos o homem como um ser dual, para facilitar o entendimento, mas na verdade o homem é um ser trino. Ser trino significa que temos a vida material (corpo material), o nosso períspirito (corpo semi-material) e nossa vida espiritual (corpo espiritual). Assim para conseguirmos o equilíbrio é necessário que todos esses aspectos estejam em harmonia e sejam fontes de aprendizado através da educação.
Sobre o corpo material, temos diversas ciências que o estudam a fim de compreendê-lo e nos proporcionar uma vida de melhor qualidade. Mas infelizmente ainda são poucas as ciências que se dedicam ao conhecimento e aprendizado do corpo semi-material e de nosso espírito. Chego a supor que a doutrina espírita em sua tríplice aliança através da ciência, religião e filosofia, seja a que mais se aproxima da educação necessário para esse complexo aprendizado.
Voltando ao nosso quadro mental, infelizmente deixamos de considerar a educação de forma mais ampla. Lembremo-nos de quem nos ensinou os primeiros passos, as primeiras palavras e os primeiros conceitos… Foram nossas mães, pais, avós, irmãos. Eles nos educavam e ainda educam. Mas facilmente nos focamos apenas na educação formal.
Acumulamos informações, ainda mais vivendo na era da globalização, e da rapidez. Sabemos muita coisa sobre computadores, finanças, matemática, palavras… Mas, será que sabemos aplicar todo esse conhecimento de forma que consigamos o equilíbrio necessário para vivermos a VIDA em sua plenitude?
Sabemos várias doenças de nosso corpo físico, mas quando é que paramos para analisar suas reais causas que em sua grande totalidade são provenientes de nossos sentimentos?
Esses sentimentos ocasionam doenças em nossos períspiritos que são sensíveis as energias que recebemos e emitimos, se somatizando em nosso corpo físico. Buscamos tanto a felicidade em coisas materiais, nos esquecendo de busca-la em nosso interior, naqueles momentos simples onde podemos sentir o real sentido da vida.
Estamos em movimento sempre, assim ao longo da história diversos foram os modelos de educação considerados como perfeitos. E muitos outros ainda surgirão, mas de que adianta se analisamos apenas as informações e não as suas reais aplicações?
Se consideramos o homem um ser dividido e não o integramos a todas as suas dimensões?
A ciência antigamente avaliava a inteligência e desenvolvia a educação do homem de acordo com o seu Q.I – grau de inteligência intelectual, como se ele se resumisse nisso. Os anos se passaram e aos poucos, o homem foi percebendo que somente a inteligência intelectual não era suficiente para explicar a diversidade de aprendizados. Assim surgiram as múltiplas inteligências. Vieram à inteligência emocional, artística e muitas outras e dentre elas finalmente a inteligência espiritual. Acredito que muitos ainda nem tenham ouvido algo mais concreto sobre a inteligência espiritual, mas existem diversos livros e profissionais que a estudam com cuidado.
A doutrina espírita, mesmo sem dar nomes vem desenvolvendo a educação de todas essas inteligências, conceituando o homem como um espírito imortal que tem experiências de educação e aprendizado no orbe terrestre e em outros orbes, mas que a sua verdadeira vida é espiritual. Focando no entendimento das nossas emoções, para que melhoremos sentimentos e assim elevemos a moral. Através desse processo de autodescoberta é possível utilizar as terapias do auto amor, auto perdão para nos melhorarmos. Mas somos teimosos e continuamos a valorizar mais a vida material, mesmo tendo consciência de que ela nada mais é do que um breve momento.
Assim meus queridos amigos, precisamos acordar e viver a educação verdadeira, aquela que nos auxiliará a passar pelos momentos de turbulência, pelas dúvidas, pelo amadurecimento e evolução. Quando retemos apenas informações, essas informações acabam por ocupar demais espaço em nossa mente. Quando não utilizadas são fonte de egoísmo e orgulho. As informações se tornam irrelevantes quando as comparamos com o saber.
O saber é um processo de construção individual, que ultrapassa a nossa vida material, ficando arquivado em nosso espírito que o leva para outras encarnações. Essa é realmente a educação que precisamos buscar.
Educação é a principal ferramenta para expandirmos nossas concepções do homem, do mundo e da vida, através da edificação de experiências salutares levando-nos a conquista do saber.
Dizemos que Jesus foi e continua sendo o nosso maior Mestre, pois ele não se prendeu a informações para ensinar, mas utilizou-se do próprio exemplo. Trouxe-nos à educação integral, nos preparando não apenas para as necessidades do orbe terrestre, mas principalmente para a vida plena que transcende o mundo material. Ele nos ensina tocando os corações de forma que aquele aprendizado seja aplicado nas situações do dia a dia. Salienta a importância do conhecimento de si mesmo como base da educação no aprimoramento dos valores morais.
Como educador Jesus nos ensina que as dúvidas, os questionamentos, ampliam nossos horizontes, nos levando a crescer em sabedoria e não somente informação.
E por fim, entendemos que no processo de auto educar-se somos todos aprendizes e mestres, e o tempo não é agende limitador. Aos poucos nos libertamos de nossas amarras e descobrimos o Deus que habita em nosso ser.
Meu convite para esta semana é que reflitam sobre as diversas inteligências que possuímos, priorizando a inteligência espiritual nossa ponte de ligação com o Pai e nossa real vida: a Espiritual.
Poderão, então, entender que a tão mencionada Regeneração nada mais é do que parte do processo educacional a fim de se tornarem ‘seres espirituais’.
Pensem nisso, meus amigos!
Desejo com muito carinho um ótimo aprendizado!
Em: 08-12-14
Médium: Lúcia (Cavile).
Espírito: Irmão Matheus (Colônia Espiritual Maria de Nazaré).

CARDS1987

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/