NÃO DÊ AOS CÃES O QUE É SAGRADO – JESUS CRISTO

pérolas jesus

 

JESUS   CRISTO

 

Em biologia,

nasceu sem a concepção normal; (Mateus 1-18,25)

 

Em física,

desmentiu a lei da gravidade, quando andou sobre as águas e subiu aos céus; (Marcos 6-49,51)

 

Em economia,

Ele refutou a lei da matemática ao alimentar 5000 pessoas com somente cinco pães e dois peixes;
e ainda fazer sobrar 12 cestos cheios. (Mateus 14-17,21)

 

Em medicina,

curou os enfermos e os cegos sem administrar nenhuma dose de medicamento.
(Mateus 9-19,22 e João 9-1,15)

 

A história é contada antes DELE e depois DELE, Ele é o PRINCÍPIO e o FIM;
Ele foi chamado Maravilhoso, Conselheiro, o Príncipe da Paz, o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores; (Isaías 9-6)

 

Na bíblia diz que ninguém vem ao Pai senão por Ele;
Ele é o único caminho; (João 14-6)

deus tem estradas

Então…Quem é Ele?

Ele é JESUS!

Os olhos que leem esta mensagem não temerão o mal.
A mão que enviar esta mensagem, não trabalhará em vão.
O maior homem da história: JESUS?
Ele não tinha servos, e no entanto O chamavam de Senhor?
Não tinha nenhum grau de estudo, e no entanto O chamavam de Mestre?
Não tinha medicamentos, mas era chamado de médico dos médicos?
Ele não tinha exército, mas reis O temiam?
Ele não ganhou batalhas militares, e no entanto, conquistou o mundo?
Ele não cometeu nenhum delito, e no entanto foi crucificado?
Foi enterrado em uma tumba, e no entanto, Ele vive?
Me sinto honrado em servir a este líder que nos ama?
Esta mensagem fará bem a outras pessoas… Evangelize!
A Fé vem pelo ouvir a palavra de Deus.

CAMINHO VERDADE E VIDA JESUS

 

Jesus disse: “Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis ante os porcos as vossas pérolas, para que não as pisem com os pés e, voltando-se, vos dilacerem” (Mateus 7:6).

 

As interpretações desse versículo variam e, algumas vezes, são completamente estranhas ao seu contexto. Alguns até o aplicam literalmente, dizendo que é pecado dar as sobras da mesa (já abençoadas através da oração) ao cão doméstico. Mas mesmo uma leitura superficial do contexto, a qual é a mensagem mais espiritual já transmitida ao homem, mostra que Jesus não se refere a cães de estimação ou porcos literais. Sua mensagem é claramente espiritual.
Jesus usa animais aqui, como em outros lugares, para representar as características espirituais de certas pessoas. Do mesmo modo, ele chamou Herodes de raposa (Lucas 13:32) e os fariseus de “serpentes, raça de víboras” (Mateus 23:33). Seus seguidores frequentemente foram chamados de ovelhas (João 10:27). Esta prática é comum em outros livros da Bíblia, também. Pessoas teimosas e sem entendimento são comparadas a cavalos e mulas (Salmo 32:9). Líderes que abusam das suas posições são chamados de lobos (Atos 20:29; Ezequiel 22:27) e leões (Sofonias 3:3). O diabo é descrito como leão (1 Pedro 5:8), dragão e serpente (Apocalipse 12:9).
O que Jesus queria ensinar quando falou para não dar aos cães o que é santo? No Velho Testamento, aos sacerdotes era permitido comer de certos sacrifícios oferecidos ao Senhor (Êxodo 29:33; Levítico 2:3). Seria impensável para eles jogarem essa comida sagrada para algum cão vadio. O cão não seria capaz de apreciar o valor disso. Semelhantemente, um porco jamais pode apreciar a beleza e o valor de uma pérola rara. É baseado nestes fatos óbvios que Jesus adverte sobre o erro de jogar o que é sagrado aos cachorros ou porcos. Seu comentário não se trata da alimentação dos nossos animais de estimação!
Há cães espirituais neste mundo, ou seja, pessoas que simplesmente não apreciam o valor das coisas espirituais. Jesus disse que não se deve forçar o evangelho sobre tais pessoas. Por mais que queiramos guiar uma pessoa ao Senhor, não podemos obrigar ninguém a obedecer a Deus. Jesus usou uma linguagem mais clara para falar do mesmo assunto quando enviou os apóstolos para pregar: “Se alguém não vos receber, nem ouvir as vossas palavras, ao sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés” (Mateus 10:14).
Hoje em dia, precisamos fazer a mesma coisa quando ensinamos o evangelho. Para aqueles que estão famintos e sedentos de justiça, devemos dar todas as oportunidades para aprenderem a vontade de Deus. Mas aqueles que já mostraram sua falta de interesse nas coisas espirituais não devem e não podem ser forçados a obedecer. Admoestações constantes, mesmo bem intencionadas, não transformarão um cão em um cordeiro.
Precisamos ser cuidadosos aqui. Podemos discernir a atitude de uma pessoa somente depois de tentar lhe ensinar. Não devemos desistir de alguém antes de lhe dar oportunidade para ouvir o evangelho. Somente Deus sabe o que realmente está no coração. Nós podemos avaliar somente pelos frutos produzidos (Mateus 7:17-20).
Este princípio nos ajuda em saber como lidar com familiares e amigos que simplesmente não têm interesse na palavra de Deus. É normal o cristão desejar a salvação das pessoas mais queridas na sua vida, mas nem todas estas pessoas aceitarão a palavra. Quando percebemos a futilidade dos nossos esforços, deixemos a porta aberta para a pessoa nos procurar, mas vamos oferecer a mesma oportunidade para outras pessoas. Paulo desejava a salvação dos judeus (seus parentes na carne – Romanos 9:1-4), mas viu a rejeição por muitos deles e levou a mensagem do evangelho às pessoas de outras nações (Atos 13:44-49).
Uma lição final desta instrução de Jesus: não seja cão ou porco! Mostre para Deus um coração aberto para valorizar e receber sua santa palavra!

Dennis Allan

FÉ E FORÇA

Sábio dos sábios

 

Numa noite, que se perde na poeira do tempo, 
uma Estrela de primeira grandeza
brilhou no firmamento…
 
Possuidor de um conhecimento jamais
igualado até os dias atuais,
esse Sábio dos sábios ficou conhecido
por todos os povos como sendo:

Jesus Cristo.

 

Ninguém, até hoje,

sabe o que Ele sabia

nem faz o que Ele fez.

 

Enquanto os astrônomos

sondam os espaços procurando provas da existência
de vida em outros planetas,
Ele, profundo conhecedor do Universo,
há mais de dois mil anos afirmou:
Na casa de meu pai há muitas moradas.

 

Enquanto os meteorologistas

procuram as causas dos fenômenos climáticos,
Ele, como quem conhecia as Leis que regem a natureza
ordenou à tempestade que se aquietasse, e assim se fez.

 

Enquanto os modernos fisiologistas

sondam as moléculas do corpo humano
para lhes conhecer as peculiaridades,
Ele, utilizando-se da vontade,
reconstituiu tecidos carcomidos pela lepra,
dizendo simplesmente:
Quero. Sê limpo.

Excelente físico,

desafiou a Lei da gravidade,
andando sobre as águas.
Proeza que até agora nenhum cientista ousou imitar.

 

Geneticista hábil,

esclareceu que o que nasce da carne é carne,
e o que nasce do Espírito é Espírito.
Falou com sabedoria dessa dualidade humana,
esclarecendo que o Espírito sopra onde quer,
e ninguém sabe donde ele vem,
nem para onde vai.

 

Psicopedagogo jamais igualado,

usou os mais excelentes métodos de educação,
ensinando com maestria incomparável.

 

Psicoterapeuta incomum,

atendeu com eficiência a intimidade das criaturas,
balsamizando com ternura os corações
dilacerados pela dor.

 

Falou em Sua língua pátria

e todos, vindos das mais variadas procedências,
O entendiam. Mais importante:
falou ao ar livre para centenas de expectadores
e todos O ouviam, sem utilizar-se
dos aparelhos de amplificação da voz,
hoje conhecidos.

 

Poeta Divino,

fez vibrar as cordas mais sutis da harpa viva
do coração humano, cantando
as bem-aventuranças eternas.

 

Médico incomum,

restituiu a visão a cegos,
curou paralíticos do corpo e da alma,
restabeleceu a esperança aos desalentados.

 

Magnetizador excelente,

com um simples gesto reanimou pessoas
dadas como mortas.

 

Orador incomparável,

impressionou os doutores da Lei
com Suas palavras lúcidas e coerentes,
despertando temor e admiração ao mesmo tempo.

 

Anunciado pelos antigos profetas,

Ele foi o Messias que veio trazer luz
às trevas da ignorância,
e alento aos sofredores sinceros.

 

Hoje, como ontem,

continua ressuscitando corações tomados
pela morte da indiferença e do amolentamento,
enviando Seus prepostos aos círculos
de dor e incompreensão.

 

Jesus é e continuará sendo

o maior de todos os sábios.

 

Incansável, Ele continua

repetindo o sublime convite:
Quem quiser vir após mim,
tome a sua cruz,
negue-se a si mesmo,
e siga-me…

 

 

Jesus é o modelo da perfeição moral

a que o homem pode aspirar na Terra.

 

Criado muito antes que a Humanidade terrestre,

veio ensinar o caminho que conduz à felicidade,
por já tê-lo trilhado.

 

Nesse sentido é que o Apóstolo

João anotou,

no  capítulo 8, versículo 58
as seguintes palavras do Mestre:
Antes que Abraão existisse,

eu sou.

 

Redação do Momento Espírita. Em 15.10.2010.

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/