RENOVAR-SE

NINGUÉM PROGRIDE SEM RENOVAR-SE – EMMAUNEL

RENOVAR

Ninguém progride sem renovar-se

 

(Emmanuel)

 

“Ajude ao que erra; seus pés pisam o mesmo chão, e, se você tem possibilidades de corrigir, não tem o direito de censurar.”
“Ajude com a sua oração a todos os irmãos que jamais encontram tempo ou recursos para serem úteis a alguém.”
“Antes de sair para a execução de suas tarefas, lembre-se de que é preciso abençoar a vida para que a vida nos abençoe.”
“Se você tem qualquer mágoa remanescendo da véspera, comece o dia, à maneira do Sol: – esquecendo a sombra e brilhando de novo.”
“Nas provações e conflitos do lar terrestre, quase sempre, estamos pagando pelo sistema de prestações, certas dívidas contraídas por atacado.”
“A paisagem social da Terra se transformaria imediatamente para melhor se todos nós, quando na condição de espíritos encarnados, nos tratássemos, dentro de casa, pelos menos com a cortesia que dispensamos aos nossos amigos.”
“Não tente padronizar as necessidades afetivas dos outros por suas necessidades afetivas, porquanto embora o amor seja luz uniforme e sublime em todos, o entendimento e posição do amor se graduam de mil modos na senda evolutiva.”
“Antagonizar sistematicamente é um processo exato de angariar aversões.”
“Festejar dignamente, em torno da fraternidade humana, para ajudar o próximo, é uma das mais belas formas de auxílio.”
“No que se refere à alimentação, é importante recordar a afirmativa dos antigos romanos: “há homens que cavam a sepultura com a própria boca”.
“Quem fala menos ouve melhor, e quem ouve melhor aprende mais.”
“Toda vez que criticamos alguém, estamos moralmente na obrigação de fazer melhor que esse alguém a tarefa em pauta.”
“É possível que determinados companheiros nos incomodem presentemente, no entanto, será que temos vivido, até agora, sem incomodar a ninguém?”
“Auxílio sempre possível: colocar a flor da paciência no espinheiro da irritação.”
“Se você parar de se lamentar, notará que a felicidade está chamando o seu coração para vida nova.”
“Estude a si mesmo, observando que o auto-conhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.”
“Por maior lhe seja o fardo do sofrimento, lembre-se de que Deus, que agüentou com você ontem, agüentará também hoje.”
“Disse um notável filósofo: “uma criatura irritada está sempre cheia de veneno”, e podemos acrescentar: “e de enfermidade também”.
“Indiscrição, leviandade, curiosidade vazia ou malícia afastam de quem as cultiva as melhores oportunidades de elevação e progresso.”
“O essencial em seu êxito não é tanto aquilo que você distribui e sim a maneira pela qual você se decide a servir.”
“Em qualquer circunstância, é preciso não esquecer que podemos ver e ouvir para compreender e auxiliar.”
“Quem diz que o tempo traz apenas desilusões, é que não tem feito outra cousa senão iludir-se.”
“Quanto mais avança, a ciência médica mais compreende que o ódio em forma de vingança, condenação, ressentimento, inveja ou hostilidade está na raiz de numerosas doenças e que o único remédio eficaz contra semelhantes calamidades da alma é o específico do perdão no veículo do amor.”
“A sentença de Jesus: “procura e achará” equivale a dizer: “encontrarás o que desejas”.

 

ANDRÉ LUIZ Agenda Cristã Sinal Verde

MELHORAR EMMANUEL

Cartas Espirituais

 

“E, quando esta epístola tiver sido lida entre vós, fazei que também o seja na igreja dos laodicenses, e a que veio de Laodicéia lêde-a vós também.” – Paulo. (COLOSSENSES, 4 :16.)
O correio do céu nunca se interrompeu.
Desde que a inteligência humana se colocou em condições de receber a vibração dos planos mais altos, não cessou o Pai de enviar-lhe apelos, através de todos os recursos.
Em razão disso, a inspiração edificante nunca faltou às criaturas. E, na atualidade, com a intensificação do intercâmbio entre os círculos visíveis e invisíveis, à face do Espiritismo evangélico que restaura no mundo o Cristianismo, na sua pureza essencial, as cartas espirituais são mais diretas, mais tangíveis.
Grande parte dos estudantes, contudo, seguindo a velha corrente do indiferentismo, em reparando essa ou aquela página edificadora, procura avidamente os nomes daqueles a quem são dirigidas.
Se há conselhos sábios, devem ser para os outros; se surgem advertências amigas ou severos apelos, devem ser igualmente para os outros. E compacta assembléia de companheiros demonstra singular ansiedade para receber mensagens particularistas, com apontamentos individuais. Para prevenir tais extremos, recomendava Paulo que as epístolas dedicadas a determinada igreja fossem lidas e comentadas em diferentes santuários para a necessária fusão e dilatação dos conhecimentos elevados.
As cartas espirituais de hoje devem observar idêntico processo. Somos compelidos a reconhecer que todos somos, individualmente, portadores de um templo interno. Saibamos extinguir as solicitações egoísticas e busquemos em cada mensagem do Plano Superior a consolação, o remédio, o conselho ou a advertência de que carecemos.
Quando soubermos compreender as pequeninas experiências de cada dia com a luz do Evangelho, concluiremos que todas as epístolas do bem procedem de Deus para a comunidade geral de seus filhos.

 

XAVIER, Francisco Cândido. Vinha de Luz.
Pelo Espírito Emmanuel. 14.ed. Rio de Janeiro, RJ: FEB, 1996. Capítulo 143.

DIVIN PROVIDÊNCIA EMMANUEL

A VIDA É UM PROCESSO DE

RENOVAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO

 

Sob o título inicial como tema, reflito sobre a nossa existência terrestre e sua importante significação para o nosso espírito imortal, com convicção desta realidade e, por isso, sabendo que a nossa experiência reencarnatória representa apenas um capítulo da verdadeira vida, eterna, em nossa individualidade espiritual permanecente. Eis como devemos entender a problemática existencial, tal como uma escola para o imprescindível aprendizado, com as provações e expiações, e as imprescindíveis renovações, ante o nosso incipiente estado evolutivo rumo ao desejável aperfeiçoamento moral-espiritual ao nosso alcance e a que todos culminaremos um dia.
Para isso, precisamos estar atentos e reflexivos, observando e espelhando-nos com a própria natureza divina em seus esplendorosos exemplos: a flora originando-se de uma pequena e aparentemente insignificante semente deixada ao solo, crescendo e se desenvolvendo milímetro a milímetro, palmo a palmo, tornando-se arbustos e grandes árvores, até formar imensas florestas, algumas, fornecendo aos animais e aos seres humanos o precioso alimento.
A fauna, por sua vez, nasce e desenvolve-se igualmente pelos processos naturais, tal qual o homem, e parte dela, como os animais comestíveis, de grande utilidade para toda a humanidade, de todas as formas de que temos amplo conhecimento e, inclusive, com muitos desses seres animais, vivenciamos e interagimos como leais e úteis companhias, alguns até considerados de grande importância no apoio e estímulo à terapêutica psicossomática, como reconhece a psicologia humana.
Da mesma maneira, podemos perceber as riquezas minerais em sua plena exuberância, de todas as formas, a exemplo dos rios e lagos, que se originam de uma simples nascente em seus pequenos filetes de água, depois riachos, afluentes e constituindo grandes rios, transformando-se e transformando as margens por onde passa, transbordando e mudando paisagens, formando grandiosas bacias hidrográficas, até desembocar no imenso oceano.
Sem considerar, neste aspecto, as interferências humanas tantas vezes prejudiciais e desastrosas, em prejuízo do meio ambiente e, por extensão, de todos nós, como infelizmente muito temos visto. Outro extraordinário exemplo nesse campo, nesse mesmo contexto, e até por analogia conosco, são as pedras preciosas, que tem suas origens encravadas no solo bruto e que, depois de buriladas e cuidadosamente polidas, transformam-se em exuberantes peças individuais de imenso valor, para vislumbre de nossa visão.
E tudo obedece a uma natural e extraordinária simplicidade, em sua natureza sequencial e gradual, sem deixar de ser grandioso e belo, como o desabrochar de uma flor, a germinação de uma planta floral e sua reprodução assistida com a ajuda dos insetos e pássaros, em perfeita interação…
A maravilhosa estrutura da sociedade das abelhas em sua organização, cooperação mútua, trabalho coletivo, clara divisão de tarefas específicas e suas funções sociais como a rainha, o zangão e as operárias, em perfeita harmonia do trabalho conjunto; tal como, igualmente, a colônia das formigas em seu formigueiro. E tantas outras sociedades de variadas espécies de animais e insetos, todas em perfeita interação em cumprimento às soberanas Leis da Natureza Divina.
Como também observamos os fenômenos que acontecem na Natureza em função das mudanças das estações do ano, originadas pelo movimento de translação do planeta, caracterizando cada uma delas e em que se processam, continuamente, as renovações, tal como podemos ver e sentir. Inclusive, em relação aos próprios processos do que chamamos de destruição, como os flagelos naturais; encontramos os seguintes esclarecimentos dados pelos Espíritos Superiores à indagação perquiridora de Allan Kardec: É lei da Natureza a destruição?
– “Preciso é que tudo se destrua para renascer e se regenerar. Porque, o que chamais destruição não passa de uma transformação, que tem por fim a renovação e melhoria dos seres vivos.” (Livro dos Espíritos, Cap. VI, Pergunta 728).
Portanto, faz-se necessário estarmos atentos a tudo isso e conscientes dessa realidade, para o nosso próprio aperfeiçoamento moral-espiritual, tal como nos asseverou Emmanuel: “

 

… Ninguém progride sem renovar-se.” ( do livro “Fonte Viva”, c. 50/Chico Xavier).

construção emmanuel

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/