TEMOS O DIREITO A VIDA E PRESERVÁ-LA É OBRIGAÇÃO NOSSA

TEMOS O DIREITO A VIDA E PRESERVÁ-LA É OBRIGAÇÃO NOSSA

PRESERVAÇÃO DA VIDA

 
“AQUI E ACOLÁ,TEMOS O DIREITO A VIDA E PRESERVÁ-LA É OBRIGAÇÃO NOSSA.
NO MUNDO ESPIRITUAL COMO ESPÍRITOS IMORTAIS QUE SOMOS, LEVAREMOS CONOSCO NOSSOS FRACASSOS OU VITÓRIAS.
ATÉ O MOMENTO DA NOSSA LIBERTAÇÃO QUANDO ATINGIRMOS A NOSSA PRÓPRIA ILUMINAÇÃO.”
Vera Jacubowski
vera-jacubowski-k

TEMOS O DIREITO A VIDA E PRESERVÁ-LA É OBRIGAÇÃO NOSSA

A TRISTE GERAÇÃO QUE SE ESTRESSA E SE FRUSTRA POR TUDO.

“Andam de carro, uber, táxi… Não lavam suas cuecas, nem suas calcinhas. Não buscam conhecimento. Nem espiritualidade.
Não se encantam com decorações natalinas, nem com um ipê florido no meio da avenida. Reivindicam direitos de expressão e não oferecem nada em troca. Nenhuma atitude.
Consideram-se vítima dos pais. Julgam.
Juízes duros! Impiedosos! Condenam.
Choram pelo cachorro maltratado e desejam que o homem seja esquartejado.
Compaixão duvidosa.
Amorosidade mínima.
“Preciso disso! Tem que ser aquilo!” E haja insatisfação! Infelicidade. Descontentamento. Adoecimento. Depressão. Suicídio…
Geração estragada. Inconformada. Presa em suas desculpas. Acomodada em suas gaiolas de ouro. Postam sorrisos, praias paradisíacas, mas não se banham no mar curador. Limpam o lixo na praia com os amigos e não arrumam a própria cama. Em casa, estampam tristeza, sofrimento, dor… a dor de ter que crescer sem fazer por onde… merecer.”
Augusto Cury

objetivo aristóteles

 

QUAL O VERDADEIRO SENTIDO DA VIDA?

Ninguém permanece incólume na jornada humana. Todos reencarnam com objetivos de elevação e para esse desejo as provações, como as expiações chegam de maneiras necessárias, convocando o Espírito em depuração ao resgate, que lhe facultará sua liberdade e paz.
Mesmo os Espíritos Missionários, em apostolados de abnegação e amor, com as metas para a redenção humana, nos diversos campos da cultura, da arte, da ciência e da fé, são exigidas as contribuições morais de longo curso, com as quais plasmam nos contemporâneos e nos pósteros as supremas lições de que suas existências se fazem instrumento.
Examina com interesse desse modo o pulsar da vida, alegrando-se seja como seja a tua existência, pois seguindo sem receio, alcançarás a meta da sua felicidade, sempre mais perto de Deus…
Sabemos que definir o Sentido da Vida, não é tarefa fácil. Para cada ser humano, a vida tem um sentido único, algumas vezes semelhantes, mas sempre único a cada um pelos acertos e concertos, que a sua reencarnação necessita.
Se perguntássemos a um doente terminal qual é o sentido da vida, certamente a resposta poderia ser, quero sarar poder viver com saúde o amanhã e ter uma vida feliz.
Questione um atleta esportivo, que em uma competição ficou em segundo lugar, lhe pergunte qual o sentido da vida. A resposta poderia ter várias afirmativas, não estava bem no momento e nem me preparei corretamente, nem dei também a importância como deveria ter dado. Poderia também ser, perdi o primeiro lugar por um milésimo de segundos. Para o pessimista, talvez a vida nem teria sentido, ou ele ainda poderia dizer que o sentido da vida, é que um dia ela irá terminar e pronto tudo se acabará.
Para muito seres humanos, a resposta é Deus e para outros, o poder, a riqueza, os prazeres que a vida propícia.
Não existe o certo e o errado, há milênios que o ser humano, vem se questionando e se perguntando,
PORQUE ESTOU VIVENDO ASSIM?
QUAL A RAZÃO DA MINHA VIDA?
QUAL O OBJETIVO DE VIVER?
Mas já se sabe que na sociedade humanística, as pessoas vão atrás de muitos propósitos, pensando que neles encontrarão o sentido real da vida, porém mesmo quando estiverem atingindo seus propósitos, pela prosperidade e poder, haverá sempre uma grande lacuna interior, um sentimento de vazio que nada será capaz de preencher.
O ser humano precisa se espelhar mais no Evangelho de Nosso Senhor, que é a luz maior pelos ensinamentos ali ministrados, que são o porto seguro pela segurança, que sentimos quando o executamos no dia a dia.
Nunca se esqueça do que ele nos diz em seus tantos ensinamentos:
” O SER HUMANO VÊ SEMPRE A RIQUEZA E A POSIÇÃO SOCIAL DAS PESSOAS, SÓ QUE, DEUS OLHA E VÊ SEMPRE O CORAÇÃO DOS SERES HUMANOS”.
Que nos mostra que há uma luz brilhante, cheia de amor e paz no final do túnel, sendo um caminho seguro na imensidão dessa estrada chamada vida, que mostra que devemos de seguir confiantes e com muita fé em Cristo, nessa rota firme pela busca da felicidade e do sentido real da vida.
O ser humano precisa entender que, todas as manhãs quando o sol nasce, ali está o início do dia da vida.
O sol significa vida, energia, ânimo, despertamentos e chamamentos, sem isso não existiria a vida, pois seria sem sentido e sem direção, como um barco sem rumo certo, que vai para onde o vento o levar.
Ventos seriam as circunstâncias, os acontecimentos, as opiniões dos outros, os problemas e as dificuldades e dos vários tipos de sofrimentos.
Com certeza isso tudo irá gerar muita infelicidade, porque o barco da vida acabará, indo para lugares indesejados e ruins, passando por muitas situações inadequadas e infelizes.
Então o sentido da vida, é vivenciar a felicidade o quanto possível, fazendo de cada momento o mais feliz daquele dia, daquela hora e daqueles minutos.
Ai sim a pessoa vai sentindo-se viva, com muito mais energias e com ânimo, porque percebe que está indo na direção geradora da felicidade.
Exigindo esforço e coragem ao ser humano. Mostrando que todo o sistema manipulador do mal que nos cerca, não tem interesse em pessoas felizes e muito menos naquelas que escolhem a felicidade, não permitindo que sejam manipuladas ou enganadas, que não vivem para agradar ninguém e sim para amar e serem caridosas, humildes, pois se valorizam acima de tudo e de todos, sem pender para o lado do Orgulho ou da Vaidade, mas sim andando para a luz do auto amor e do bem maior.
Em minhas palestras que faço quando o tema escolhido assim pede, despertamos os que ali estão nos ouvindo dizendo que é por uns desses motivos que a depressão pode estar se instalando nas pessoas, por não terem um sentido real da vida, ou mesmo estando vivendo o sentido de outra pessoa e não a sua própria.
Portanto ser feliz, é quando descobrimos que precisamos amar a nós próprios, ao próximo e acima de tudo a nossa vida.
Só assim perceberemos e sentiremos o prazer de viver, seja de corpo ou de alma, isso sim fazendo vamos descobrir o verdadeiro sentido da vida.
Você é a pessoa que escolhe o sentido de sua vida, seguindo sempre na direção que o conduzirá aos degraus da satisfação e do rumo de sua história, será maior ou menor de acordo com a clareza e conduta de seus planos, da magnitude da confiança em si para executá-la e pela fé no infinito poder da inteligência criadora, capaz de preencher o vazio da ignorância, sobre nós mesmos.
O mundo e a razão de viver é função de cada ser, definir o roteiro traçando o caminho da luz maior em sua história.
O sentido de existir pode ser encontrado na elaboração de suas respostas, que não podem ser dadas por outros.

Você já se perguntou:

PORQUE MINHA VIDA É DA MANEIRA QUE ESTOU VIVENDO?
QUEM SOU EU?
QUAL PAPEL QUE DESEMPENHO NESTE MUNDO?
QUAL LEGADO QUE POSSO DEIXAR NESSA VIDA?
COMO ESTÁ SENDO MINHA VIDA?
NO QUE POSSO MELHORAR?
QUAL O SENTIDO QUE MINHA VIDA TEM?
Depende muito do que você quer que seja sua vida, seja caridoso, se ame, ame mais seu próximo, procure sempre tratar bem especialmente, aqueles que não lhe tratam bem, que irá descobrir a verdadeira luz do Evangelho Cristão que diz, “Fora da caridade não há salvação”, que nos pede ainda mais, que fora do amor não há elevação.
Você veio a esse mundo pela porta da frente, é muito importante que retorne ao mundo Espiritual também pela porta da frente, vencendo sua encarnação com alegrias e muitas felicidades que descobrirá o REAL E VERDADEIRO VALOR DO SENTIDO DA SUA VIDA.
Receba forte e tríplice abraço fraterno em seu coração.

Jesus Carlos. Uchôa
boas ações livro dos espíritos

Objetivos para viver

Existir significa ter vida, fazer parte do Universo, contribuir para a harmonia do Cosmo.
Assim, a vida que pulsa na intimidade de cada um de nós é convite de Deus para nos integrarmos a Ele, ao Universo, visto sermos d’Ele os filhos diletos.
E a busca por um sentido, por entender a vida com um significado especial, é a força propulsora para o progresso.
Todo aquele que encontra um objetivo para viver, sejam seus ideais, suas necessidades ou mesmo suas ambições, terá em sua vida um sentido maior.
Mesmo sob cruciais e pesadas tormentas, o objetivo a se alcançar será sempre a mola propulsora.
Afinal, quando se tem o porquê viver, a forma como se vive, até que se atinja o objetivo desejado, torna-se secundária.
Viktor Frankl, psiquiatra judeu, afirmou que somente venceu os suplícios dos campos de concentração da Segunda Guerra Mundial porque conseguiu encontrar um nobre objetivo para quando saísse de lá.
Ele tinha três razões para viver: sua fé, sua vocação e a esperança de reencontrar a esposa. Ali onde tantos perderam tudo, Frankl reconquistou não somente a vida, mas algo maior.
Assim, enquanto tantos resvalavam na fuga pelo suicídio, nos dias de confinamento, ele superou as dores físicas e morais, ao se apoiar nos objetivos que se propôs alcançar.
Thomas Alva Edison, após mais de dois mil experimentos, mantinha o mesmo ânimo na busca de soluções para a criação da lâmpada elétrica, impulsionado que estava pelo objetivo da descoberta e da criação.
Muitos aposentados e idosos, depressivos diversos, que se neurotizaram, recuperam-se através do serviço ao próximo, da autodoação à comunidade, do labor em grupo, sem interesse pecuniário, reinventando razões e motivos para serem úteis, assim rompendo o refúgio sombrio da perda do sentido existencial.
Sem meta não se vive. Mas essa se trata sempre de um sentido pessoal, que ninguém pode oferecer e que é particular a cada qual.
Não por outra forma que, comumente, pessoas atuantes, vibrantes, quando perdem o objetivo pelo qual pautavam a vida, resvalam nos sombrios caminhos da depressão.
Assim, cabe a cada um de nós não se esquecer do significado maior da vida. Se os parâmetros externos modificam-se, se a vida se altera, é natural que nossos objetivos também sigam curso semelhante.
Porém, não esqueçamos que será sempre objetivo de todos nós a busca da construção íntima através do desenvolvimento intelectual e das conquistas morais.
Será a conjugação desses dois valores que proporcionarão bem-estar interior e plenitude.
Quem percebe a vida como uma oportunidade constante e inesgotável de progresso e conquistas, jamais deixará de possuir objetivos, pois terá como meta maior a construção da plenitude existencial na intimidade da alma.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. 5, do
livro Amor, imbatível amor, pelo Espírito Joanna de Ângelis,
psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. Leal. Em 1.9.2012.

razão de viver Deus

 

Comentários