PRESENÇA DE LUZ – André Luiz/Francisco Xavier

PRAZER DE SERVIR ANDRÉ LUIZ

Presença de Luz

 

Se puseres amor no tempo que Deus te reserva, nunca te sentirás sob o domínio do tédio ou do desânimo porque as tuas horas se converterão em prazer de servir.
Se colocares amor nas afeições que o Senhor te permite cultivar, nunca sofrerás ingratidão ou desengano porque transformarás o próprio espírito em vaso de abnegação e de entendimento, colhendo de ti mesmo a felicidade de fazer a felicidade dos entes queridos.
Se cultivares amor na execução do dever que a Divina Providência te atribui, nunca experimentarás cansaço ou desalento porque o trabalho se te fará fonte de alegria na alegria de ser útil.
Se aplicares amor nos recursos verbais que a sabedoria eterna te confere, nunca te complicarás em manifestações infelizes porque a tua palavra se transubstanciará em clarão e benção, naquilo em que te expresses.
Se espalhares amor num lugar em que as leis da vida te situam, nunca te observarás na condição de vítima do desequilíbrio porque a tua influência se tornará serenidade e esperança, garantindo a harmonia e a tranquilidade onde estejas.
Ah! Se conservares o amor no coração, obra divina do universo, nunca te perderás na sombra, porque terás convertido a própria alma em presença de luz.
André Luiz – Francisco Xavier

CRÊ EM TI CHICO XAVIER

Mensagem de Conforto

 

Quando você se observar, à beira do desânimo, acelere o passo para frente, proibindo-se parar.
Ore, pedindo a Deus mais luz para vencer as sombras.
Faça algo de bom, além do cansaço em que se veja.
Leia uma página edificante, que lhe auxilie o raciocínio na mudança construtiva de idéias.
Tente contato de pessoas, cuja conversação lhe melhore o clima espiritual.
Procure um ambiente, no qual lhe seja possível ouvir palavras e instruções que lhe enobreçam os pensamentos.
Preste um favor, especialmente aquele favor que você esteja adiando.
Visite um enfermo, buscando reconforto naqueles que atravessam dificuldades maiores que as suas.
Atenda às tarefas imediatas que esperam por você e que lhe impeçam qualquer demora nas nuvens do desalento.
Guarde a convicção de que todos estamos caminhando para adiante, através de problemas e lutas, na aquisição de experiência, e de que a vida concorda com as pausas de refazimento das nossas forças, mas não se acomoda com a inércia em momento algum.

 

XAVIER, Francisco Cândido. Busca e Acharás. Pelos Espíritos Emmanuel e André Luiz. IDEAL.

cruz e segurança chico xavier

Assuntos de Tempo

 

Se você já sabe quão precioso é o valor do tempo, respeite o tempo dos outros para que as suas horas sejam respeitadas.
*
Recorde-se de que se você tem compromissos e obrigações com base no tempo, acontece o mesmo com as outras pessoas.
*
Ninguém evolui, nem prospera, nem melhora e nem se educa, enquanto não aprende a empregar o tempo com o devido proveito.
*
Seja breve em qualquer pedido.
*
Quem dispõe de tempo para conversar sem necessidade, pode claramente matricular-se em qualquer escola a fim de aperfeiçoar-se em conhecimento superior.
*
Trabalho no tempo dissolve o peso de quaisquer preocupações, mas tempo sem trabalho cria fardos de tédio, sempre difíceis de carregar.
*
Um tipo comum de verdadeira infelicidade é dispor de tempo para acreditar-se infeliz.
*
Se você aproveitar o tempo a fim de melhorar-se, o tempo aproveitará você para realizar maravilhas.
*
Observe quanto serviço se pode efetuar em meia hora.
*
Quem diz que o tempo traz apenas desilusões, é que não tem feito outra cousa senão iludir-se.

 

XAVIER, Francisco Cândido. Sinal Verde. Pelo Espírito André Luiz. CEC.

espírita e jesus

auto ajuda

Examinemos a Nós Mesmos

 

“O dever do espírita-cristão é tornar-se progressivamente melhor.
Útil, assim, verificar, de quando em quando, com rigoroso exame pessoal, a nossa verdadeira situação íntima.
Espírita que não progride durante três anos sucessivos permanece estacionário.
– Testa a paciência própria: Estás mais calmo, afável e compreensivo?
– Inquire as tuas relações na experiência doméstica: Conquistaste mais alto clima de paz dentro de casa?
– Investiga as atividades que te competem no templo doutrinário: – Colaboras com mais euforia na seara do Senhor?
– Observa-te nas manifestações perante os amigos: Trazes o Evangelho mais vivo nas atitudes?
– Reflete em tua capacidade de sacrifício: Notas em ti mesmo mais ampla disposição de servir voluntariamente?
– Pesquisa o próprio desapego: Andas um pouco mais livre do anseio de influência e de posses terrenas?
– Usas mais intensamente os pronomes “nós”, “nosso” e “nossa” e menos os determinativos “eu”, “meu” e “minha”?
– Teus instantes de tristeza ou de cólera, surda, às vezes tão conhecidas somente por ti, estão presentemente mais raros?
– Diminuíram-te os pequenos remorsos ocultos no recesso da alma?
– Dissipaste antigos desafetos e aversões?
– Superas-te os lapsos crônicos de desatenção e negligência?
– Estudas mais profundamente a Doutrina que professas?
– Entendes melhor a função da dor?
– Ainda cultivas alguma discreta desavença?
– Auxilias aos necessitados com mais abnegação?
– Tens orado realmente?
– Teus ideais evoluíram?
– Tua fé raciocinada consolidou-se com mais segurança?
– Tens os verbo mais indulgente, os braços mais ativos e as mãos mais abençoadoras?
– Alegria é Evangelho no coração: – Estás de fato, mais alegre e feliz intimamente, nestes três últimos anos?
Tudo caminha! Tudo evolui! Confiramos os nosso rendimento individual com o Cristo!
Sopesa a existência hoje, espontaneamente, em regime de paz, para que não te vejas na obrigação de sopesá-la amanhã sob o impacto da dor.
Não te iludas! Um dia que se foi é mais uma cota de responsabilidade, mais um passo rumo à Vida Espiritual, mais uma oportunidade valorizada ou perdida.
Interroga a consciência quanto à utilidade que vens dando ao tempo, à saúde e aos ensejos de fazer o bem que desfrutas na vida diária.
Faze isso agora, enquanto te vales do corpo humano, com a possibilidade de reconsiderar diretrizes e desfazer enganos facilmente, pois, quando passares para o lado de cá, muita vez, já será mais difícil…

 

XAVIER, Francisco Cândido; VIEIRA, Waldo. Opinião Espírita. Pelos Espíritos Emmanuel e André Luiz. CEC.

há deus

dez maneiras de amar

Aprenda com a Natureza

 

Resplandece o Sol no alto, a fim de auxiliar a todos.
*
As estrelas agrupam-se em ordem.
*
O céu tem horários para a luz e para a sobra.
*
O vegetal abandona a cova escura, embora continue ligado ao solo, buscando a claridade, a fim de produzir.
*
O ramo que sobrevive à tempestade cede à passagem dela, mantendo-se, não obstante, no lugar que lhe é próprio.
*
A rocha garante a vida no vale, por resignar-se à solidão.
*
O rio atinge os seus objetivos porque aprendeu a contornar os obstáculos.
*
A ponte serve ao público sem exceções, por afirmar-se contra o extremismo.
*
O vaso serve ao oleiro, após suportar o clima do fogo.
*
A pedra brilha, depois de sofrer as limas do lapidário.
*
O canal preenche as suas finalidades, por não perder o acesso ao reservatório.
*
A semeadura rende sempre, de acordo com os propósitos do semeador.

 

XAVIER, Francisco Cândido. Agenda Cristã. Pelo Espírito André Luiz. FEB. Capítulo 35. Edição de Bolso.

refletir compreender aprender servir

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/