PROCURE SEMPRE AMAR SEM ESPERAR RETRIBUIÇÃO

12680

 

AMAR SEM RETRIBUIÇÃO

“Procure sempre amar sem esperar retribuição,
porque quem ama sem interesses ocultos,
adquire para si um tesouro,
intransferível e eterno.”

Vera Jacubowski

 

JESUS Pedimos-Te:

 

Grande Artífice da verdade!…
aqui estamos nesta casa do teu coração, como sermos penitentes em busca da perfeição, e queremos encontrar os meios, que nos fogem da razão.
Pedimos – Te a paz, Senhor, mas que ela não nos venha com a feição da preguiça.
Pedimos – Te a luz, mas não permitas, Senhor, que ela nos leve a cruzar os braços nos confortos das claridades.
Pedimos – Te, Senhor, a que nos ajude a perdoar, sem nos afastar daqueles que, por vezes, nos ofenderam.
Pedimos – Te, Grande Força do Universo, Amor, mas muito amor, sem que ele exija algo de alguém.
Pedimos – Te, Senhor, que nos de o pão de cada dia, sem que este pão nos leve ao egoísmo, e que possamos reparti-lo com os que tem fome.
Pedimos – Te, Senhor, consolação, porém, que nos ajudes também a consolar os tristes e os desesperados, todos os dias.
Pedimos – Te, meu Deus, Deus nosso, que a saúde se instale em nós, mas que não nos esqueçamos de ajudar os enfermos.
Pedimos – Te, Senhor, o teto, mas, ajuda-nos a abrir as nossas portas aos desabrigados.
Pedimos – Te a Tua companhia permanente, todavia, ajuda-nos a acompanhar os deserdados, os órfãos, os atormentados, os viciados, os criminosos, os famintos da Tua Luz, porque sabemos que, sem este convívio, de nada nos valer pedir-Te o que almejamos.
Jesus, abençoa a nossa razão e clareia o nossos sentimentos, no afã de sentirmos a luz da Verdade e multiplicá-la pela presença dos nossos exemplos.
Maria Santíssima, seja a nossa luz para que o Amor brilhe dentro de nós como o Sol da vida.
Abençoa nós todos, os nossos familiares, a humanidade inteira, os pássaros, os peixes, os animais e a Terra em que vivemos.
Que Assim Seja.
São Francisco de Assis

716

 

Feliz Coração

Alma fraterna, escuta:
Se podes atender,
Mesmo imperfeitamente,
À tarefa que a vida te confia,
Rende graças a Deus!…
Se alguma alfinetada te aguilhoa,
Se alguma prova sobrevém,
Auxilia, perdoa
E prossegue no rumo
Que o caminho te aponte para o bem…
Lembra: quantos irmãos, ainda hoje,
Clamam desesperados,
Sob a luta sombria
Dos que se entregam à revolta,
Enceguecidos pela rebeldia!…
Quantos jazem no leito,
Situando na morte a última esperança…
Quantos caem, aos gritos do remorso,
Na delinquência que os arrasa…
Quantos choram, em vão,
As horas que perderam!…
Recorda tanta gente,
Em pranto, junto a nós,
E nem pela fração de um só momento,
Não te queixes de mágoa ou sofrimento…
Ergue-te de ti mesmo
E busquemos agir
Para estender o bem ao nosso alcance.
Se podes trabalhar
Não fales de amargor,
Desengano, tristeza ou cicatriz,
Porque, servindo aos outros por amor,
Já tens, por Dom de Deus, coração feliz.
Autor: Meimei
Psicografia de Chico Xavier. Livro: Aguarda.

934727

 

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/