AMAR É UM ELO QUE UNE AFINIDADES

Quando a gente realmente gosta de alguém

gostar de alguém

Quando a Gente Gosta de Alguém

Quando a gente realmente gosta de alguém:
idade, distância, altura, peso são apenas números.

O Que Mais Sofremos

O que mais sofremos no mundo.
Não é a dificuldade. É o desânimo em superá-la.
Não é a provação. É o desespero diante do sofrimento.
Não é a doença. É o pavor de recebê-la.
Não é o parente infeliz. É a mágoa de tê-lo na equipe familiar.
Não é o fracasso. É a teimosia de não reconhecer os próprios erros.
Não é a ingratidão. É a incapacidade de amar sem egoísmo.
Não é a própria pequenez. É a revolta contra a superioridade dos outros.
Não é a injúria. É o orgulho ferido.
Não é a tentação. É a volúpia de experimentar – lhes os alvitres.
Não é a velhice do corpo. É a paixão pelas aparências.
Como é fácil de perceber, na solução de qualquer problema, o pior problema é a carga de aflição que criamos, desenvolvemos e sustentamos contra nós.
Pelo Espírito Albino Teixeira
XAVIER, Francisco Cândido. Passos da Vida. Espíritos Diversos. IDE. Capítulo 18.

Efetivamente


Vigiar não é desconfiar. É acender a própria luz, ajudando os que se encontram nas sombras.
*
Defender não é gritar. É prestar mais intenso serviço às causas e às pessoas.
*
Ajudar não é impor. É amparar, substancialmente, sem pruridos de personalismo, para que o beneficiado cresça, se ilumine e seja feliz por si mesmo.
*
Ensinar não é ferir. É orientar o próximo, amorosamente, para o reino da compreensão e da paz.
*
Renovar não é destruir. É respeitar os fundamentos, restaurando as obras para o bem geral.
*
Esclarecer não é discutir. É auxiliar, através do espírito de serviço e da boa-vontade, o entendimento daquele que ignora.
*
Amar não é desejar. É compreender sempre, dar de si mesmo, renunciar aos próprios caprichos e sacrificar-se para que a luz divina do verdadeiro amor resplandeça.
XAVIER, Francisco Cândido. Agenda Cristã. Pelo Espírito André Luiz. FEB. Capítulo 28.

Comentários