Reforma Íntima Sintonia Mental e Espiritual

bem e mal joanna de ângelis

O Bem e o Mal

Só há uma coisa que devemos temer, tudo aquilo que nos arrasta para o mal.
VERA JACUBOWSKI

verdade luz pomba

metas meio ambiente

Jesus, Moral Espírita
Visão Espírita
Reforma íntima

Buscai primeiro o reino de Deus.
(Mateus, 6:33)
A reforma íntima consiste em eliminar as imperfeições e conquistar novas virtudes. Precisamos nos educar, pois somos Espíritos imperfeitos. Quando reencarnamos trazemos as tendências positivas e negativas que construímos no passado. Devemos trocar orgulho por humildade, egoísmo por amor, agressividade por mansidão, indiferença por misericórdia, malícia por pureza de coração, descrença por fé, materialismo por espiritualidade.
A humildade e a caridade são as principais virtudes que devemos desenvolver. A humildade abre caminho para a conquista de todas as outras virtudes. O amor é o mais sublime dos sentimentos. Jesus resumiu seus ensinos em amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.
Devemos assumir o controle de nossa evolução. Enquanto não nos dispomos a crescer voluntariamente a dor nos educa. Se vamos pelo caminho errado ela nos segura. Quando paramos, ela nos empurra. Nossas imperfeições, como o ciúme, a inveja, a mágoa, o melindre, o nervosismo, são as causas de nossos sofrimentos. Aumentamos nossa felicidade à medida que evoluímos.
O autoconhecimento é o principal recurso para realizar a reforma íntima. Precisamos identificar nossas imperfeições para superá-las. É preciso analisar todos os dias nossas ações e o que falamos, pensamos e sentimos. Observar como nos relacionamos com Deus, com o próximo e conosco mesmo. Devemos comparar o que fazemos com os ensinos de Jesus e com o que nos diz a consciência.
Precisamos desenvolver a inteligência e adquirir conhecimento. O progresso intelectual abre caminho para o progresso moral. O conhecimento possibilita distinguir o certo do errado. Quanto mais sabemos maior é nossa chance de acertar. Jesus disse: “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João, 8:32). Devemos estudar principalmente o Evangelho.
Devemos rever nossos interesses. Nosso futuro depende de nossos desejos, valores, gostos, sonhos, aspirações. Nossa prioridade deve ser a busca do crescimento moral. Nossa meta deve ser a perfeição. Jesus disse: “sede perfeitos, como é perfeito vosso Pai que está nos céus” (Mateus, 5:48).
A fé é o combustível de nosso crescimento espiritual. Fé em Deus e em nós mesmos. A confiança nos permite buscar nossos objetivos e nos permite colocar nossos recursos em ação. Quando Jesus disse que a fé transporta montanhas estava referindo-se às nossas imperfeições e às dificuldades que temos que superar.
Sem esforço não há conquista. A falta de esforço é que nos faz progredir lentamente. Temos a tendência de acomodar, mantendo os maus hábitos, os vícios, o apego à matéria, a valorização da personalidade. A força de vontade é fundamental. Jesus disse: “tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João, 16:33). Quando nos propomos a mudar o esforço inicial é grande. Depois que aprendemos fica fácil praticar.
Na prece encontramos consolação, estímulo, proteção, ajuda e inspiração. A prece desperta o que há de melhor em nós. Liga-nos a Deus, que é o poder supremo do Universo. Os espíritos nos amparam quando buscamos ajuda através da oração. Jesus disse: “seja o que for que peçais na prece, crede que o obtereis” (Marcos, 11:24).
Relação – O Evangelho segundo o Espiritismo
 Capítulo XVII
Nilton W. Barbosa

homem de bem allan kardec

A Reforma Moral

1) O Espírito humano se reencarna no plano terreno é para crescer moralmente e espiritualmente, pela prática sincera do Bem e das Virtudes, estamos no plano da Matéria é para VENCER as influências negativas da matéria e edificar valores morais superiores, como, a Caridade, a Honestidade, a Fraternidade, o Respeito, a Educação, o Amor, a Elevação dos pensamentos e a purificação dos sentimentos, o nosso Dever é buscar a Luz e repudiar a escuridão.
Nenhum Espírito se reencarna no mundo terra, para praticar o mal, não existe predestinação para o crime, para o fracasso, para a derrota, para os vícios, para a imoralidade, para a hipocrisia, o mal não é obra do Destino e nem obra de Deus, o mal é obra das nossas imperfeições morais é por isso que devemos combater gradativamente as nossas imperfeições morais, para podermos Evoluir e crescer espiritualmente, ninguém conseguira evoluir enquanto não travar uma LUTA seria contra as suas impurezas morais, cada sujeira moral é uma trava para nossa Evolução.
As impurezas morais ou imperfeições morais não estão na matéria corporal e sim em nosso Espírito que é o ser pensante, portanto, a nossa Luta é espiritual, cada vitória sobre os maus pensamentos, sobre os maus sentimentos, sobre os vícios, sobre os maus hábitos, é uma LIBERTAÇÃO espiritual e um impulso para nossa Evolução.
Estamos no plano terreno é para VENCER e não ser vencidos pelas nossas imperfeições morais e pelas influências negativas e degradantes da matéria, nós somos filhos de Deus o Grande Foco de Luz, e o Criador não cria nenhum Espírito para ser fraco, derrotado, mimado, malandro, picareta, viciado, fracassado, não existe fatalidades morais na vida do Espírito, somos nós mesmos que criamos nosso Céu ou inferno, pelo uso do livre-arbítrio.
Se nós somos filhos da Grande Luz, nós temos a luz dentro de nós, nós somos Luz, estamos na Luz e vivemos na Luz e buscamos a Luz, portanto, ninguém se reencarna no plano material para viver na escuridão ou para praticar a escuridão.
Cada imperfeição moral que eu procuro Vencer é um impulso para nosso crescimento espiritual, estamos em processo evolutivo e nós somos filhos de Deus, portanto, nós podemos e devemos lutar contra essas imperfeições morais e espirituais.
Nenhum espírito é levado fatalmente para o bem ou para o mal, somos LIVRES moralmente para praticar o Bem ou o mal, nós temos o Livre arbítrio que é a liberdade que eu tenho para pensar, sentir e agir, eu posso pelo uso do Livre-arbítrio escolher os caminhos da minha Evolução, ser fraco, derrotado, mimado, maldoso, desonesto, fracassado, picareta, viciado quem escolhe sou eu, isso não é obra do Destino e nem vontade de Deus, isso é obra das minhas imperfeições morais e das minhas fraquezas espirituais. Se eu procuro ser bom, correto, honesto, cordial, educado, trabalhador, digno, sem vícios e sem maus desejos é por que eu ESCOLHI esse caminho, eu edifiquei essa Luz em minha vida.
Portanto, somos nós que criamos nosso Céu ou inferno, conforme, o uso do Livre-arbítrio.
A Reforma intima ou Reforma Moral é um processo de LUTA espiritual que devemos desenvolver gradativamente, não podemos criar desculpas ou criar justificativas para nossas imperfeições morais, por que, elas não foram criadas por Deus e sim por nós mesmos, se nós criamos esse LIXO quem deve LIMPAR esse lixo é nós e não Deus.
Deus nos deu o Livre-arbítrio para nós mesmos edificar nossa Evolução, nós somos filhos das nossas Obras, cada pensamento no Bem, cada sentimento nobre, cada atitude de amor e caridade é um avanço espiritual para o Cristo (as Virtudes Superiores).

humildes e humilhados

2) Deus não criou as nossas imperfeições morais e os nossos vícios.

Deus não criou o sofrimento, nem o crime e nem as guerras.
Deus não criou a miséria, as favelas e a má distribuição de renda.
Deus não criou a imoralidade, a corrupção, o egoísmo.
Deus não criou o racismo, a maldade contra os animais e as injustiças.
Deus não criou o ódio, nem a raiva, nem a ira, nem a cólera.
Deus não criou a escuridão moral.
Essa sujeira não é de Deus essa sujeira é minha, somente minha, toda minha.
Deus criou a VIRTUDE e o homem criou o vício.
Pense nisso, mais cuidado não fique só pensando, devemos antes de tudo PRATICAR as Virtudes de Deus.
Se eu sou filho de Deus, Deus me criou para quê?
Para ser fraco, derrotado, fracassado, viciado, imoral, delinquente, bandido, claro que NÃO.
Deus te criou para ser VITORIOSO pleno de Luz e Virtudes.
E o nosso Dever é glorificar as Virtudes de Deus dentro de nós, praticando, praticando, praticando e praticando.
A Reforma Intima ou a Reforma moral se processa de forma gradativa, no qual vamos lentamente combatendo as nossas imperfeições morais, exemplos, vencer o vício do cigarro é uma libertação espiritual, vencer o vício da bebida, vencer o vício da gula, vencer o vício do jogo, são conquistas morais para nosso crescimento espiritual, outro exemplo, vencer os sentimentos negativos de ódio, raiva, inveja, egoísmo, falsidade, desonestidade, racismo, ciúmes, são conquistas muito importantes para nossa Evolução.
O Espírito se reencarna no plano terreno é para VENCER as suas imperfeições morais e evoluir, ninguém está predestinado a ser fraco, derrotado, leviano, fracassado, viciado, malandro, picareta, nada disso existe como fatalidade cega do Destino, temos o Livre-arbítrio para escolher o Bem ou o mal, a Virtude ou o vício, a Luz ou a escuridão.

Nós construímos o nosso Destino.

faculdade espírito

3) Deus não criou as minhas imperfeições morais e são elas que estão travando a minha Evolução espiritual, portanto, cabe a mim somente a mim combater essas imperfeições morais.

Deus não criou nenhum espírito para o fracasso moral, nós temos o Livre-Arbítrio que é a LIBERDADE de pensar, sentir e agir, para eu mesmo construir a minha derrota ou a minha Vitória.
O céu ou o inferno é uma questão de escolha ou direção.
Isso tudo se resume em nossa reforma intima ou reforma moral.
Perguntamos, a minha Reforma Moral é obra do Destino é obra de Deus ou é obra do meu LIVRE-ARBÍTRIO.

estágios do espíritos

4) Na Obsessão se aplica o mesmo raciocínio.

Perguntamos, a Obsessão é obra do Destino é uma fatalidade, ou é obra das minhas imperfeições morais? Se são as minhas imperfeições morais que atraem pela sintonia vibratória os maus espíritos, a cura está na minha Reforma Moral.
Reformando moralmente meus pensamentos, sentimentos e atitudes eu vou elevar o meu Padrão Vibratório e atrair a assistência dos Espíritos Elevados e Superiores.
Quem cria a Obsessão não são os espíritos obsessores é a nossa imprudência moral e mental que vai criar um campo de abertura para os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do plano astral se aproximarem.
Eles se aproveitam das nossas imperfeições morais.
Repetimos, a Obsessão não é obra dos maus espíritos, ela é obra dos nossos pensamentos negativos, sentimentos impuros, vícios, imprudências, maldades, por que, cada um vai receber o Bem ou o mal, conforme as suas OBRAS.

perdão resgate

5) O Verdadeiro Sacrifício

.

Meus amigos o Espírito se reencarna no plano terreno é para VENCER as suas imperfeições morais e evoluir, estamos na matéria é para dominar a matéria e não sermos dominados por ela, a nossa Evolução espiritual é fruto do nosso trabalho e do nosso esforço pessoal na conquista dos Conhecimentos e das Virtudes, temos que brilhar a nossa Luz através das nossas Obras, cada pensamento, cada sentimento, cada palavra e cada atitude devem ser disciplinadas e educadas para iluminação do Espírito.
Repetimos, os Espíritos se reencarnam no cenário terrestre é para VENCER e não para serem vencidos, cada vitória representa mais Luz para nosso Espírito, e o espírito precisa sempre de luz para poder evoluir.
Vencer o vício do cigarro, vencer o vício da Bebida, vencer o vício da gula, vencer o vício do jogo, vencer o vício das drogas é se Libertar e evoluir.
Da mesma forma vencer os sentimentos negativos da desonestidade, do ódio, da revolta, da vingança, da falsidade, do racismo, da mentira, da preguiça, da raiva, do ciúme, é vencer a si mesmo.
Precisamos Vencer a matéria, precisamos vencer as nossas imperfeições morais, para podermos evoluir para planos superiores.
O sofrimento, a dor, a provação, são provas para exercitar a nossa inteligência, o nosso raciocínio e a nossa força de vontade, resignação não pode ser confundida com CONFORMAÇÃO ou conformismo, isso é fracassar diante das provas, estamos no plano material é para ser espiritualizar e não se materializar, se espiritualizar vencendo as provações, exemplo, quem nasce na pobreza é para vencer a pobreza, quem nasce num ambiente vicioso é para vencer os vícios, quem nasce num ambiente imoral é para vencer a imoralidade, quem nasce na escuridão é para vencer a escuridão, as provas reencarnatórias existem para favorecerem o desenvolvimento das virtudes, portanto, o nosso Dever é vencer as provações.
Ficar de braços cruzados na conformação do sofrimento e das dificuldades é perder o jogo sem ter jogado, meus amigos a vida reclama a cada momento, ação, trabalho, luta, esforço pessoal e raciocínio, não existe milagres no processo evolutivo, cada Espírito terá que conquistar a sua própria evolução, mediante o seu esforço pessoal e sua luta edificante na iluminação da própria consciência, reclamar, se lamentar, chorar, gritar e xingar é se enfraquecer, busquemos a força dentro de nós mesmos, por que, Deus não criou nenhum Espírito para ser fraco, derrotado, fracassado, temos todas as possibilidades mentais e morais para vencer nossas provações.
O Mestre Jesus disse, tudo é possível para aquele que crer.
Se eu creio que posso vencer o vício do cigarro eu vou vencer.
Se eu creio que posso vencer o vício da bebida eu vou vencer.
Se eu creio que posso vencer os vícios da gula, do jogo e das drogas eu vou vencer.
Se eu creio que posso vencer os maus pensamentos e os maus desejos eu vou vencer.
Se eu creio que posso vencer os maus hábitos eu vou vencer.
Se eu creio que posso vencer o egoísmo, a desonestidade, a mentira, o ódio, a preguiça, a raiva, a falsidade eu vou vencer.
Perguntamos, Deus te colocou no mundo terra ou plano material é para Vencer ou para perder?
Procure meditar muito nisso.
Cada pessoa através dos seus pensamentos, sentimentos e atitudes vai construir vitórias ou derrotas em sua evolução, se eu tenho o livre-arbítrio para agir, sou eu mesmo que vou edificar o meu Destino.
Nos casos de perturbações espirituais e obsessões, temos que entender que a causa ou a raiz das obsessões espirituais não está nos espíritos inferiores, perturbadores e obsessores do plano astral.
A Causa ou a Raiz está nas nossas imperfeições morais.
Os maus espíritos vão somente aproveitar essas fraquezas morais, os pensamentos negativos, os sentimentos impuros, os vícios, os maus desejos, os maus hábitos são portas abertas para os espíritos obsessores e perturbadores entrarem em nossa mente.
Nós temos o Livre-arbítrio para resistir ou ceder as influências espirituais, ninguém é vítima de obsessores, nós somos vítimas das nossas imperfeições morais, por que, são elas que vão atrair pela sintonia vibratória os espíritos desencarnados maldosos, vingativos e obsessores, tudo é uma questão de Sintonia.
O mal tem sintonia com o mal.

O Bem tem sintonia com o Bem.

anjomal

ESPIRITUALMENTE !

Nós construímos nosso destino!

Nós mesmos somos os condutores do “trem” de nossas vidas. Diariamente, atravessamos muitos cruzamentos, pequenos ou grandes. Existem muitos caminhos que podemos escolher. Mas nem todos eles levam ao destino ao qual desejamos regressar a tempo, se não quisermos percorrer o longo caminho que já sabemos ser desperdício.
A alavanca de direção de nossa locomotiva tem somente duas posições – SIM para a vida, ou NÃO. No início de nossa jornada, no início de nosso desenvolvimento espiritual, a alavanca de direção estava na posição que indicava para a vida e nossa habilidade de sentir o que era certo era clara. Em qual posição está a alavanca agora? Somos capazes de distinguir, em cada situação, qual decisão está indicando para a vida? Viajamos para a direção certa, ou estamos nos precipitando em direção ao desastre?
Subjetivamente, a partir de diferentes pontos de vista, a vida parece ser algo complicado. Afinal, vivemos em um mundo de infinitas possibilidades. Mas a vida, em sua essência profunda, é absolutamente simples. Semelhante ao mundo material que nos ensina a distinguir o bom e o ruim, o bonito e o feio, o sólido e o frágil… ao encararmos a vida, deparamos também com somente duas possíveis escolhas: podemos direcionar nossa vida para a consciência e o despertar espiritual – o principal objetivo de nossa vida, ou para o adormecer espiritual.
Quer estejamos ou não conscientes disso, nós criamos nosso próprio futuro através de nossas próprias decisões as quais se concretizam inevitavelmente, como o trem quando a cada mudança de chaveamento na Estrada de ferro o leva pelo trilho o qual é forçado a seguir até o próximo cruzamento, permitindo então uma nova mudança. Nós mudamos a direção de nossas vidas não somente pelas decisões sobre coisas importantes, mas principalmente por dezenas de SIM ou NÃO que escolhemos em situações diárias, onde mudamos a alavanca imaginária do nosso trem.
É importante para nós estarmos constantemente conscientes da direção de nossos pensamentos, palavras e atos e não devemos adiar nossas decisões para mudar a direção de nossa viagem, se descobrirmos que não estamos na direção correta. Porque se nos apressamos no trilho errado, indo à direção oposta, nossa distância da estação destino fica ainda maior e teremos que viajar muito mais. Viajar para a direção errada nos deixará exaustos e arriscaremos perder a rota correta ou não conseguir terminar a viagem a tempo. O tempo de vida nos trilhos através dos quais podemos alcançar nosso destino não é eterno.
Ao desejarmos conduzir nossa vida apropriadamente, temos que considerar quais são os impactos espirituais em tudo que fazemos. Sim, nossa vida interior é influenciada pela escolha da nossa alimentação, da nossa forma de vestir e de muitas outras ocasiões materiais, mas somente por estas coisas nós nunca alcançaríamos a verdadeira mudança. Somente com a mudança espiritual é que conseguimos mover-nos para a linha vertical do existir e atingirmos um nível de vida horizontal superior. Somente assim poderemos alcançar uma mudança significativa também na vida terrena, que é o reflexo de nossa vida espiritual.
Existem muitos níveis diferentes (horizontais) de vida neste mundo. Diariamente podemos encontrar pessoas felizes e infelizes, bem-sucedidas e má-sucedidas, satisfeitas e insatisfeitas… independentemente de serem ricas ou pobres. A pessoa que sofre na vida que ela mesma criou para si, através de suas próprias escolhas, está provavelmente preocupada com o nível material da história de sua vida não se preocupando com o mais importante: se sua escolha a eleva ou a rebaixa espiritualmente. Ela é como o maquinista que está no labirinto dos trilhos e escolhe o seu caminho entre o daquele com trilhos dourados ou o de mármore precioso, mas não enxerga o fato que nenhum deles o conduzirá à estação final.
Como serão nossas decisões através das quais nós mudamos a alavanca de nossa vida? Será que nós cuidaremos dos outros, ou resolveremos nossas coisas negligentemente? Será que sentaremos em frente à televisão por horas assistindo como outras pessoas “vivem” ou nós mesmos viveremos nossa vida, enriquecida com experiências? Será que compraremos vídeo games recheados com violência para nossos filhos, ou passaremos momentos de felicidade com eles educando-os para serem boas pessoas? Será que preferiremos caminhar no campo ao ar livre, ou iremos “relaxar” em um bar? Será que apoiaremos o que é certo e protestaremos contra o que for errado ou deixaremos nossas vidas nas mãos de pessoas que a conduzem de maneira errada? Será que constantemente pensaremos sobre situações passadas ou sonharemos com o futuro deixando o presente correr por entre nossos dedos, ou será que perceberemos a responsabilidade para a nossa vida vivendo conscientemente? SIM ou NÃO?
Por Resiliência Humana

mente e sintonia

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/