Se na Tua Vida Sonhos Não se Realizam

BOA NOVA VERA JACUBOWSKI
JARDIM DA VIDA VERA JACUBOWSKI

 Sonhos

 

Se na tua vida sonhos não se realizam.
Esperanças são perdidas em meio a confusão da vida.
Amores e afetividades que não são correspondidos.
Alegrias que são abaladas em meio a multiplicidade
de problemas que se apresentam.
Aflições e dores que te fazem sofrer e até mesmo chorar.
Sossegue o teu coração e tenha coragem!
Tranquilize tua alma e aguarde a
providência Divina não te é dispensada.
O que hoje parece impossível de acontecer tem um futuro melhor.
É necessário portanto, que o teu amor te eleve mais nobre.
Deixe apenas hoje o teu coração tranquilo
no jardim da tua vida,
de maneira natural e especial
na vontade superior do Senhor. 

Vera Jacubowski

viver na luz VERA JACUBOWSKI

DOUTRINA DO BOM SENSO

 

1. Senso – Significado “Capacidade de distinguir o verdadeiro do falso, de agir racionalmente: ter bom senso. Qualidade de que tem bom senso; prudência, siso.” (Dicionário Larousse)
2. Bom senso Senso comum
3. “elemento central da conduta ética, uma capacidade virtuosa de achar o meio termo e distinguir a ação correta, o que é em termos mais simples, nada mais que bom senso”. Aristósteles (384-322)
4. Lei Divina ou Natural Onde está escrita a lei de Deus? – Na consciência. (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 621)
5. “A última lei (amor, justiça e caridade) é a mais importante, é por ela que o homem pode avançar mais na vida espiritual, porque resume todas as outras.” (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 648)
6. “(…) Devemos por isso concluir que a Bíblia está errada? Não. Mas podemos concluir que os homens em muitos pontos, se enganaram ao interpretá-la.” (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 59)
7. Livre-arbítrio “- Uma vez que tem a liberdade de pensar, tem a de agir. Sem o livre- arbítrio o homem seria como uma máquina.” (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 843)
8. “(…) A lei natural traça para o homem o limite de suas necessidades; quando ultrapassa, é punido pelo sofrimento.” (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 633)
9. O Bem e o Mal (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 629)
10. “(…) o mal é a ausência do bem, como o frio é a falta de calor. O mal não é um atributo distinto, assim como o frio não é um fluido especial: um é a negação do outro.” (Allan Kardec, “A Gênese”, Cap. III:8))
11. “O Espiritismo não cria uma nova moral, mas facilita aos homens a compreensão e a prática da moral do Cristo, ao dar uma fé sólida e esclarecida aos que duvidam ou vacilam.” (Allan Kardec – O E.S.E. Cap. XVII:4)
12. Condição Humana “ – Deus criou os Espíritos simples e ignorantes, ou seja, sem o conhecimento. Deu a cada um uma missão com o objetivo de esclarecê-los e de fazê-los chegar, progressivamente, à perfeição pelo conhecimento da verdade para aproximá-los de Si.” (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 115)
13. “ – Sim, todos nós temos muitas existências. Os que dizem o contrário querem vos manter na ignorância em que eles próprios se encontram. Esse é o desejo deles. (…). (…) Sem isso, onde estaria a justiça.” (“O Livro dos Espíritos”, questões ns. 166.b e 167)
14. Qual o meio prático mais eficaz para se melhorar nesta vida e resistir aos arrastamentos do mal? – Um sábio da Antiguidade vos disse: “Conhece-te a ti mesmo.” (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 919)
15. “(…) enquanto a parte essencial exige um certo grau de sensibilidade, que podemos chamar de maturidade do senso moral, maturidade essa independente da idade e do grau de instrução, porque é inerente ao desenvolvimento, num sentido especial, do espírito encarnado.” (Allan Kardec – O E.S.E. Cap. XVII:4)
16. Allan Kardec “O bom senso encarnado” “Ele, porém, era o que eu denominarei simplesmente . Razão reta e judiciosa, aplicava sem cessar à sua obra permanentemente as indicações íntimas do senso comum.” (“Obras Póstumas” – Discurso de Camille Flammarion)
17. “(…) fazia-se mister, portanto, andar com maior circunspeção e não levianamente; ser positivista e não idealista, para não me deixar iludir. (..) “(…) Observar, comparar e julgar, essa a regra que sempre segui.” (Allan Kardec – “Obras Póstumas” )
18. “Fé inabalável só o é a que pode encarar de frente a razão, em todas as épocas da Humanidade”. (Allan Kardec) (“O E.S.E. , Cap. XIX:7)
19. “Fora da caridade não há salvação”. ( Allan Kardec – “O E.S.E. , Cap. XV:5)
20. Dirige-se apenas (o Espiritismo) aos que a ele vêm livremente, e dele necessitam. Não se dirige aos que têm uma fé qualquer e que esta fé basta, mas aos que não a têm ou que duvidam, e lhes dá a crença que lhes falta, não mais particularmente a do catolicismo, do protestantismo, do judaísmo ou do islamismo, mas a crença fundamental, base indispensável de toda religião. Aí termina o seu papel. Estabelecida esta base, cada um é livre para seguir a rota que melhor satisfaça à sua razão.” (Allan Kardec – Revista Espírita – setembro de 1867)
21. Os espíritas e o bom senso Dissidências “Seria pueril, portanto, cindirem o grupo, formando outro à parte por não pensares exatamente da mesma maneira.” (Allan Kardec – “O Livro dos Médiuns” – Cap. XXIX:349)
22. Desertores “Entre os adeptos convictos, não há deserção, na lídima acepção do termo, visto como aquele que desertasse, por motivo de interesse ou qualquer outro, nunca teria sido sinceramente espírita; pode, entretanto, haver desfalecimentos.” (Allan Kardec – “Obras Póstumas” – pag, 250 – FEB – 22ª ed. )
23. Melindres “A exaltação da personalidade leva o homem a considerar-se acima dos outros. Julgando-se com direitos superiores, melindra-se com o que quer que, a seu ver, constitua ofensa a seus direitos. A importância que, por orgulho, atribui à sua pessoa, naturalmente o torna egoísta.” (Allan Kardec – “Obras Póstumas” – pag, 8 – FEB – 22ª ed. )
24. Institucionalismo “Eles (egoístas) serão sempre os vermes roedores de todas as instituições progressistas: enquanto dominarem, ruirão aos seus golpes os mais generosos sistemas sociais, os mais sabiamente combinados.” (Allan Kardec – “Obras Póstumas” – pag, 226 – FEB – 22ª ed. )
25. “Quando cessamos de aprovar, não censuramos; guardamos silêncio, a menos que o interesse da causa nos force a rompê-lo.” Acriticidade (Allan Kardec – “Revista Espírita” – Jan/1865 )
26. Personalismo “O egoísmo está fundado sobre a importância da personalidade; portanto, o Espiritismo bem compreendido, repito, mostra as coisas de tão alto que o sentimento da personalidade desaparece, de alguma forma, perante a imensidão.” (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 917 )
27. Unidade de princípios “(…) Quer a sociedade seja uma ou fracionada, a uniformidade será a consequência natural da unidade de base que os grupos adotarem. Será completa em todos os que seguirem a linha traçada em “O Livro dos Espíritos” e em “O Livro dos Médiuns”. Um contém os princípios da filosofia da ciência; o outro, as regras da parte experimental e prática. Estas obras estão escritas com bastante clareza, de modo a não ensejar interpretações divergentes, condição essencial de toda doutrina nova.” (Allan Kardec – “Revista Espírita” – Dez/1861 )
28. Assistencialismo acrítico “Tratar alguém de irmão é trata- lo de igual para igual; é querer quem assim o trate, para ele, o que para si próprio querereis.” (Allan Kardec – “Obras Póstumas” – pag, 224 – FEB – 22ª ed. )
29. Profissionalismo religioso “Quanto à supremacia, ela é toda moral e na adesão dos que partilham de nossa maneira de ver; como não estamos investidos, mesmo por aqueles, de nenhum poder oficial, não solicitamos nem reivindicamos nenhum privilégio; não nos conferimos nenhum título, e o único que tomaríamos com os partidários de nossas ideias é o de irmão em crença.” (Allan Kardec – “Revista Espírita” – Abr/1866)
30. Religiosismo igrejeiro “É o caso de repetir aqui o que já dissemos a respeito: Se algum dia o Espiritismo se tornar uma religião, a Igreja terá sido a primeira a dar tal ideia.” (Allan Kardec – “Revista Espírita” – Set/1864)
31. Misticismo larvar “Um dos primeiros resultados eu colhi das minhas observações foi que os Espíritos, nada mais sendo que as almas dos homens, não possuíam nem a plena sabedoria, nem a ciência integral; (…) e que a opinião deles só tinha o valor de uma opinião pessoal.” (Allan Kardec – “Obras Póstumas” – pag, 269 – FEB – 22ª ed. )
32. Idolatria mediúnica “Necessário lembrar, ainda, que o orgulho é quase sempre excitado no médium pelos que dele se servem. Se possui faculdades um pouco além do comum, é procurado e elogiado, julgando-se indispensável e logo afetando ares de importância e desdém, quando presta o seu concurso.” (Allan Kardec – “O Livro dos Médiuns”, Cap.XX:228)
33. Missionarismo salvacionista “Tenho, como sabes, o maior desejo de contribuir para a propagação da verdade, mas do papel de simples trabalhador ao de missionário em chefe, a distância é grande e não percebo o que possa justificar em mim graça tal, de preferência a tantos outros que possuem talento e qualidades de que não disponho.” (Allan Kardec – “Obras Póstumas” – pag, 281 – FEB – 22ª ed. )
34. Mercado editorial “Com prudência e habilidade tudo pode ser dito; o mal é dar como sérias coisas que chocam o bom senso, a razão e as conveniências. Neste caso, o perigo é maior do que se pensa. Em primeiro lugar, essas publicações têm o inconveniente de induzir em erro as pessoas que não estão em condições de aprofundá-las nem de discernir o verdadeiro do falso, (…)”. (Allan Kardec – “Revista Espírita” – Nov/1859)

bem CHICO XAVIER

SER MELHOR

 

“A única maneira de colocar a nossa vida nas mãos do Criador para Ele realizar é fazer aquilo que está
dentro do nosso coração capaz de transformar para o Ser melhor de nós, e agir neste sentido para que o resto Deus faça por nós.”

 

Vera Jacubowski

MÃOS DO CRIADOR VERA JACUBOWSKI

ARRASTAMENTO PARA O MAL

 

Só há uma coisa que devemos temer, tudo aquilo que nos arrasta para o mal.”

 

Vera Jacubowski

TEMER VERA JACUBOWSKI

PURIFICAR

 

“Purificar o nosso interior na autotransformação moral e oferecer um coração trabalhado no aprendizado, estaremos liberando em nós a proposta de Jesus.”

 

Vera Jacubowski
AUTOTRANSFORMAÇÃO VERA JACUBOWSKI

ALCANÇAR A FELICIDADE

 

“Somente alcançaremos a nossa felicidade íntima, pessoal e intransferível, ou seja, aquela que Jesus mencionou:
“A felicidade não é deste mundo.”!
Quando atingirmos a satisfação interior com a paz de consciência em nosso espírito e pelo esforço aplicado em nossa própria reforma íntima.”

 

Vera Jacubowski

FELICIDADE ÍNTIMA VERA JACUBOWSKI

ESPIRITISMO NÃO JULGA

 

“O espiritismo não julga, não condena, não tem qualquer preconceito. Ele esclarece, instrui, consola e acolhe a todos e a todas religiões.”

 

Vera Jacubowski

ESCLARECE INSTRUI E ACOLHE VERA JACUBOWSKI

OLHOS ESPELHO DA ALMA

 

“A beleza das criaturas só pode ser vista a partir dos seus olhos … porque são eles o espelho da alma.”

 

Vera Jacubowski

 BELEZA CRIATURAS VERA JACUBOWSKI

FELICIDADES

 

“Construímos a nossa felicidade a medida que fazemos a felicidade do outro.”

 

Vera Jacubowski

CONSTRUÇÃO DA FELICIDADE VERA JACUBOWSKI

EGOÍSMO

 

“O egoísmo destrói todas as formas de amor. Ele é a causa de todas as infelicidades humanas, porque é vestimenta que enclausura todos os sentimentos mais nobre e felizes.”

 

Vera Jacubowski

CORAÇÃO TRANQUILO VERA JACUBOWSKI
O EGOÍSMO VERA JACUBOWSKI

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/