Que Possamos Aprender Ser Mais Generosos

generosidade

Aprender a Ser

Mais Generosos

 

Que possamos aprender a ser mais generosos

com nossos irmãos,

afinal somos todos filhos do mesmo Pai,

criados para viver em humanidade

e assim alcançar a felicidade prometida.


Vera Jacubowski

serenidade

Serenidade Sempre

Todo homem sábio é sereno.
A serenidade é conquista que se consegue com
esforço pessoal e passo a passo.
Pequenos desafios que são superados; irritação
que se faz controlada; desafios emocionais
corrigidos; vontade bem direcionada; ambição
freada, são experiências para a aquisição da
serenidade.
Um Espírito sereno já se encontrou consigo
próprio, sabendo exatamente o que deseja da
vida.
A serenidade harmoniza, exteriorizando-se de
forma agradável para os circunstantes. Inspira
confiança, acalma e propõe afeição.
O homem sereno já venceu grande parte da luta.
Que nenhuma agressão exterior te perturbe,
levando-te à irritação, ao desequilíbrio.
Mantém-te sereno em todas as realizações.
A tua paz é moeda arduamente conquistada, que
não deves atirar fora por motivos irrelevantes.
Os tesouros reais, de alto valor, são aqueles de
ordem íntima, que ninguém toma, jamais se
perdem e sempre seguem com a pessoa.
Tua serenidade, tua gema preciosa.
Diante de quem te enganou, traindo a tua
confiança, o teu ideal, ou envolvendo-te em
malquerença, mantém-te sereno.
O enganador é quem deve estar inquieto, e não a
sua vítima.
Nunca te permitas demonstrar que foste atingido
pelo petardo da maldade alheia. No teu círculo
familiar ou social sempre defrontarás com
pessoas perturbadoras, confusas e agressivas.
Não te desgastes com elas, competindo nas
faixas de desequilíbrio em que se
fixam.Constituem teste à tua paciência e
serenidade.
Assim exercita-te com essas
situações para, mais seguro, enfrentares os
grandes testemunhos e provações do processo
evolutivo, sempre, porém, com serenidade.

 

Autor: Joanna de Ângelis
Psicografia de Divaldo Franco

semear o bem

Perante os Parentes

 

“Mas se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel.” Paulo. (I Timóteo, 5:8.)
Desempenhar todos os justos deveres para com aqueles que lhe comungam as teias da consanguinidade.
Os parentes são os marcos vivos das primeiras grandes responsabilidades do Espírito encarnado.
Intensificar os recursos de afeto, compreensão e boa vontade para os afins mais próximos que não lhe compreendam os ideais.
O lar constitui cadinho redentor das almas endividadas.
Dilatar os laços da estima além do círculo da parentela.
A humanidade é a nossa grande família.
Acima de todas as injunções e contingências de cada dia, conservar a fidelidade aos preceitos espíritas cristãos, sendo cônjuge generoso e melhor pai, filho dedicado e companheiro benevolente.
Cada semelhante nosso é degrau de acesso à Vida Superior, se soubermos recebê-lo por verdadeiro irmão.
Melhorar, sem desânimo, os contatos diretos e indiretos com os pais, irmãos, tios, primos e demais parentes, nas lides do mundo, para que a Lei não venha a cobrar-lhe novas e mais enérgicas experiências em encarnações próximas.
O cumprimento do dever, criado por nós mesmos, é lei do mundo interior a que não poderemos fugir.
Imprimir em cada tarefa diária os sinais indeléveis da fé que nutre a vida, iniciando todas as boas obras no âmbito estreito da parentela corpórea.
Temos, na família consanguínea, o teste permanente de nossas relações com a Humanidade.

 

Espírito: André Luiz.
Médium: Waldo Vieira.
Do livro: Conduta Espírita.

reino de deus

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/