Basta não pisar…UM CONTO.

Basta não pisar… – Avô, porque é que és tão velhinho? Assim mesmo, sem roupagem, sem artifícios, sem ironia ou maldade, apenas a pergunta, a curiosidade. A interrogação, pelo inesperado e brusco que continha, subsistia no ar que envolvia os dois antípodas do tempo e no ar curioso que vestia o rosto infantil do fedelho. Leia Mais


Somos como Folhas Levadas pelo Vento Voam

Somos como folhas levadas pelo vento…   Voam e podem parar em qualquer lugar… mas se o vento persistir elas continuam bailando no ar… é como a música… atravessa espaços longínquos… entra pelos nossos ouvidos e percorre todo o nosso ser… se instala em nossa mente e em nossa alma… tem um grande poder… de Leia Mais