TODA VEZ QUE VOCÊ PERDOA O UNIVERSO MUDA

TODA VEZ QUE VOCÊ PERDOA O UNIVERSO MUDA

TODA VEZ QUE VOCÊ PERDOA O UNIVERSO MUDA

 

“Diga o que você pensa com esperança.
Pense no que você faz com fé.
Faça o que você deve fazer com amor.”

Ana Carolina

ÚLTIMO CEITIL

FILHOS DO PAI ALLAN KARDEC

Nas Mãos de Deus

 

A injustiça experimentada foi semelhante a gume afiado que retalhou os tecidos sutis do espírito, deixando escombros nos painéis da esperança onde antes se desenhavam edificações nobilitantes.
O veneno da calúnia logo alcançou o teu coração, deu início à ação nefanda da destruição, lobrigando atingir os melhores propósitos que acalentavas, produzindo o inenarrável prejuízo da desmoralização em torno dos elevados programas de santificação.
O abandono a que te relegaram pode ser comparado ao desprezo a que se atirasse uma plântula débil mas cheia de vitalidade, que as intempéries, os insetos e a erva daninha se encarregariam de destruir, tal é a situação em que agora te achas ante as circunstâncias várias que poderiam aniquilar-te.
O ciúme ferino produziu o câncer da suspeita conduzindo os sonhos de tua esperança à condição de pesadelo ultriz que agora se converte em enfermidade demorada, a corroer-te interiormente.
A malquerença acercou-se da porta do teu lar, e de convidada pela negligência da família tornou-se residente e senhora da casa, aliciando a leviandade generalizada à infeliz peleja em que todos se atiram, inimigos gratuitos que se transformaram entre si.
Quantas outras experiências anotas, como resultado das lutas que vens travando nas províncias do mundo íntimo!
Acumulas a borra do desânimo e destilas o ácido da amargura logo és convidado a programas novos.
Relegas a Religião a plano secundário e apoquentas-te por nonadas, infeliz, desesperançado.
Tudo parece sombrio, desanimador, ao teu lado.
Retempera as experiências com os condimentos do otimismo e as poções da prece bem urdida na emoção reajustada.
Modificar-se-ão as concepções, aragem agradável perfumada pelo aroma da paz produzirá harmonia íntima, e constatarás que tudo está nas mãos de Deus e a Êle deves entregar problemas e aflições, fazendo, porém, a tua parte a benefício próprio.
*
A Via-Láctea, serena, bordada de bilhões de astros, gravita sob a segura diretriz das mãos de Deus.
O carvão, transformando-se paulatinamente através dos milênios em diamante que luzirá claridades coruscantes, segue o esquema das mãos de Deus.
A vida infinitesimal que pulsa na molécula e o impulso que aciona o eléctron encontram-se submetidos às seguras linhas, inabordáveis, tracejadas pelas mãos de Deus.
O destino do homem é a perfeição, seu fanal é a glória imarcescível.
As lutas que apequenam os fracos, ajudam-nos a adquirir força para conquistas outras e desdobram as possibilidades no forte agigantando-o para o futuro.
Não te aferres, desse modo, aos incidentes lamentáveis da jornada evolutiva.
Problema é teste à aprendizagem moral e dor significa exame em face às conquistas do espírito.
Assim, liberta-te dos que te escravizaram com os seus atos à angústia que teima por dilacerar-te, abre os braços no rumo do amanhã e avança tranqüilo.
Jesus não é apenas oportunidade redentora, representa, também, lição viva que não pode ser desconsiderada.
*
Quando os amigos O abandonaram, experimentando inenarrável soledade; à hora em que todos os Seus ditos foram deturpados; face à constrição decorrente da fuga dos beneficiários dos Seus atos; diante do azedume de uns e da impiedade de quase todos; nas sombras a obsessão coletiva que àquela hora campeava triunfalmente, contemplou todos e repassou pela memória atos e palavras, culminando por ensinar a mais preciosa lição no instante mais grave: — entregou-se às mãos de Deus e permaneceu confiante até o fim.
*
“Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito”. Lucas: capítulo 23º, versículo 46.
*
“A casa do Pai é o Universo”. Evangelho Segundo o Espiritismo – Capítulo 3º — Item 2
FRANCO, Divaldo Pereira. Florações Evangélicas. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. LEAL. Capítulo 9.

FELICIDADES QUE DESEJAS

Sem julgar

 

A forma mais elevada da inteligência humana é a capacidade de observar sem julgar.
Jiddu Krishnamurti

 

Não existe ninguém melhor ou pior do que ninguém.
A vida é um constante aprendizado e mesmo os erros servem como ensinamentos.
Nunca permita que aquilo que os outros dizem perturbe sua paz interior.
Ninguém se cura ferindo os outros.
Ame-se ao extremo e ao teu próximo como a ti mesmo.

PAZ AMOR E SERENIDADE

TABERNÁCULOS ETERNOS

 

“Também vos digo: Granjeai amigos com as riquezas da injustiça, para que, quando estas vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos.” – Jesus, (Lucas, 16:9)
Um homem despercebido das obrigações espirituais julgará encontrar nesta passagem um ladrão inteligente comprando favor de advogados venais, de modo a reintegrar-se nos títulos honrosos da convenção humana.
Todavia, quando Jesus fala em amigos, refere-se a irmãos sinceros e devotados, e, quando menciona as riquezas da injustiça, inclui o passado total da criatura, com todas as lições dolorosas que o caracterizam.
Assim também, quando se reporta aos tabernáculos eternos, não os localiza em paços celestiais.
O Mestre situou o tabernáculo sagrado no coração do homem.
Mais que ninguém, o Salvador identificava-nos as imperfeições e, evidenciando imensa piedade, ante as deficiências que nos assinalam o espírito, proferiu as divinas palavras que nos servem ao estudo.
Conhecendo-nos os desvios, asseverou, em síntese, que devemos aproveitar os bens transitórios, ao alcance de nossas mãos, mobilizando-os na fraternidade legítima para que, esquecendo os crimes e ódios de outro tempo, nos façamos irmãos abnegados uns dos outros.
Valorizemos, desse modo, a nossa permanência nos serviços da Terra, na condição de encarnados ou desencarnados, favorecendo, por todos os recursos ao nosso dispor, a própria melhoria e a elevação dos nossos semelhantes.
Agindo na direção da luz e amando sempre, porquanto, dentro dessas normas de solidariedade sublime, poderemos contar com a dedicação de amigos fiéis que, na qualidade de discípulos mais dedicados e enobrecidos que nós.
Nos auxiliarão efetivamente, acolhendo-nos em seus corações, convertidos em tabernáculos do Senhor, ajudando-nos não só a obter novas oportunidades de reajustamento e santificação, mas também endossando perante Jesus as nossas promessas e aspirações, diante da vida superior.

 

Emmanuel
Chico Xavier Livro 039 Ano 1950 Pão Nosso-EMMANUEL

sagrado

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/