TUDO QUE FIZEMOS COM VONTADE PROPRIEDADE E DESEJO

VONTADE PROPRIEDADE E DESEJO

satisfação

Satisfação


Tudo que fizemos com vontade, propriedade e desejo,
vem carregado do nosso amor, dedicação e carinho,
e terá sempre o resultado da nossa própria satisfação.
Vera Jacubowski

Deus contigo

Paixão

 
É muito comum ouvirmos e vermos a palavra paixão associada a música, filmes e outras mídias, trazendo muito sofrimento ou uma alegria e leveza contagiante, na maioria das vezes ligado ao lado amoroso do ser.
Mas paixão é algo muito mais abrangente, tanto que até Kardec indagou aos espíritos sobre o princípio que motiva a paixão, já que se trata de algo inerente ao ser humano. E assim obteve a resposta de que esse princípio fazendo parte do ser não pode ser algo ruim, ao contrário é fonte de aprendizado e conhecimento.
Ainda se formos consultar a etimologia da palavra veremos que a mesma pode ter origem no latim “passione” ou no grego “paschein”, onde “pathos” designa tanto sofrimento quanto emoção.
Prefiro definir paixão como sendo o agente catalisador que vai impulsionar a vontade da alma. Desta forma fica muito claro o entendimento de que a paixão não tem concepção moral, ou seja, não é algo bom, nem mau, é apenas um estado de espírito.
A vontade que nela colocamos, de acordo com nossos valores morais, é determinará que tipo de paixão será.
Por isso a paixão parece num primeiro momento controversa causando sofrimentos e ao mesmo tempo leveza e alegrias ao ser.
Toda vez que tentamos entender sentimentos e emoções temos primeiramente que ampliar nossos horizontes diante das múltiplas vivências que passamos do amadurecimento que alcançamos.
Quando ainda imaturos deixamos que nossas idealizações de situações e do outro nos guiem, fazendo-nos viver uma falsa realidade. É como se nos perdêssemos entre o que gostaríamos e o que somos, ou o que se apresenta.
É quando a paixão, no estado de euforia, nos leva através de nossa vontade equivocada a viver essa falsa realidade.
Um exemplo clássico dessa vivência é a idealização no outro da princesa ou príncipe num relacionamento afetivo, quando nos recusamos a ver os “defeitos” do outro. Vontade pautada no egoísmo, na posse e no orgulho, vamos aos poucos nos decepcionando com o outro, pois ele é o que é naquele momento e não a nossa idealização.
Saímos então de uma euforia para uma profunda depressão. Quem já vivenciou ao menos uma vez essa situação, onde o príncipe ou a princesa num segundo se transforma em sapo e bruxa? Incapazes ainda de reconhecer nossas limitações vamos logo colocando a culpa na paixão avassaladora ou no outro que é “imperfeito”, esquecendo-nos que todos somos seres imperfeitos e a culpa é na verdade da nossa vontade sem critérios sólidos.
A paixão como pudemos ver tem sentido mais amplo do que o amoroso, como por exemplo, a paixão por um trabalho, por um hobby, um esporte, um time de futebol.
E mais uma vez a nossa vontade norteará a paixão diante do que construímos como valores morais.
Vamos a um exemplo básico: estamos num estádio de futebol assistindo a uma final com nosso time em campo. Somos apaixonados pelo time, mas ele está perdendo.
Como reagimos?
Deixamos que essa paixão encoberte nossos valores e assim usamos o que existe de pior dentro de nós (raiva, agressividade, palavras ofensivas)?
Ou reconhecemos que no momento o time adversário está se saindo melhor, mas acreditamos que dando o melhor de nós (amor, carinho, através de palavras de animo) quem sabe seja possível reverter a situação?
Nossas atitudes é que definiram se nossa paixão pelo time é algo salutar ou não.
Outro exemplo muito interessante é quando nutrimos uma paixão por algo, nos leva a ir além dos nossos limites, ou seja, procurar hoje ser melhor que ontem.
Essa paixão é vista com frequência em atletas que passam horas intermináveis em treinos, se dedicando integralmente, procedendo a mudanças de hábitos e inúmeras renúncias a fim de alcançarem um objetivo maior. A paixão neste caso vem ser uma energia extra, uma motivação a não desistir frente a obstáculos, mas a superá-los.
A paixão não aprisiona como muitos julgam, mas liberta-nos, nos incentivando a ampliar os horizontes e viver intensamente cada momento como único, com leveza e alegria contagiantes, construindo assim o futuro.
Quando a paixão aprisiona é porque estamos dando vazão as nossas piores vontades. Estamos nos tornando reféns do “ser material” que vive a ilusão de possuir tudo e todos.
A paixão não gera frustrações, mas a alegria de ver passo a passo a superação das dificuldades, vibrando e comemorando cada pequena vitória, na certeza de que a trajetória em si é um grande prêmio, bem maior do que o prêmio final.
Sejamos meus queridos amigos, perdidamente apaixonados por nossa reforma íntima, pela consolidação dos valores morais como a benevolência, o perdão e o Amor.
Sejamos perdidamente apaixonados pela VIDA, pois é a nossa oportunidade bendita de viver os ensinamentos do Mestre Jesus.
Desejo muita paixão no exercício do bem.

Com carinho,

Em: 16.02.2015
Médium: Lúcia (Casa Virtual Luz Espírita).
Espírito: Irmão Matheus (Colônia Espiritual Maria de Nazaré).

CARDS2757

PRECE AO PAI MAIOR

Gratidão Senhor,

Muito Obrigada Senhor, pela vida que ela seja sempre motivo de muita alegria, renovação e esperança.
Muito Obrigada Senhor, pelo sol que ilumina nossos dias, aplacando as sombras da desilusão.
Muito Obrigada Senhor, pelo trabalho que nos impulsiona ao progresso redentor.
Muito Obrigada Senhor, pelo Teu amor infinito de Pai, que nos perdoa sempre quando nós estamos dispostos a abrir nossos corações a luz.
Muito Obrigada Senhor, pela Tua misericórdia quando nossos atos infelizes nos levam aos desatinos da caminhada sem rumo certo.
Muito Obrigada Senhor, pelas dádivas alcançadas no esforço em permanecer no bem e em prol do bem exercitarmos a caridade desinteressada.
Muito Obrigada Senhor, por que podemos ter fé, sentir, falar e expressar nossos sentimentos com mais coerência e lucidez.
Muito Obrigada Senhor, pelo Teu Amor Infinito, pela Tua justiça plena, e pela Tua misericórdia magnâmica que nos abraça, e pedimos a Ti que nos envolva em Tua energia de paz.
Estende Senhor! Tuas mãos dadivosas em nosso auxílio e assim se faça em nós Tua Superior Vontade.
Abençoa-nos Nosso Pai Maior.
Gratidão, hoje, agora e sempre.
Que Assim Seja.
Vera Jacubowski

MINHA MENTE

Não permitirei que ninguém ande na minha mente com seus pés sujos.
 
Maharatma Gandhi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *