BOM DIA GRATIDÃO AO SEU DIA E SUA VIDA

BOM DIA GRATIDÃO AO SEU DIA E SUA VIDA

bom dia gratidão

Gratidão…

Obrigado, Obrigado, Obrigado…
Essas são as palavras mágicas que vão mudar o seu dia e sua vida. Quando você agradece pelas coisas que possui você entra em conexão com um sentimento de alívio, de paz, de prosperidade.
Você passa a analisar e rever todas as bênçãos de sua vida e vai se sentir muito bem. Agora comece a agradecer a Deus pelos seus sonhos, pelas coisas que deseja e sabe que pode conseguir e estará criando um laço, uma conexão entre você e seu objetivo tornando possível tal aquisição.
Agradecer por algo é sublime ato de confiança. É importante dizer muitas vezes ao dia Obrigado, isso é mágico no coração de quem o recebe e torna tudo mais agradável.
E as leis de retorno vão trazer pra você o bem que causou com seus gestos de gratidão. Obrigado é nossa palavra mágica. Obrigado.
Autor: Dimas Médium: Nilton Stuqui
amo você

Gratidão! – Por que devemos agradecer

 

Por que devemos agradecer? É o sentimento de gratidão que nos conecta com o poder de Deus. O poder infinito que emana de Deus é aproveitado por nós se nós estivermos receptivos.
O sentimento mais belo, profundo e genuíno que conheço é a gratidão. Se eu perguntar a você qual é o sentimento mais belo que existe, provavelmente você responderá que é o amor. E nós estaremos de acordo em relação a isso. Mas com o tempo venho percebendo que o amor está além do meu estágio evolutivo. É claro que eu amo. Amo minha mulher, meus cinco filhos, minha mãe, meus irmãos, amo um monte de gente. E amo de verdade, amo muito. Mas esse amor não é incondicional. Se percebesse que não sou amado, meu sentimento mudaria. Acredito que o verdadeiro amor seja incondicional. Então não sou capacitado pra falar muito sobre isso.

Gratidão!

Mas a gratidão eu conheço bem. A gratidão é o sentimento que desencadeia o reconhecimento da necessidade da reforma íntima. Porque a gratidão dá, a quem a sente, amostras grátis de felicidade. Quando você sente gratidão você está concentrando sua atenção em Deus e nas bênçãos que Ele lhe presenteia todos os dias da sua vida, como um pai generoso e bom.
A gratidão faz com que você seja receptivo às bênçãos de Deus. Tudo o que você quer que a vida lhe oportunize chega a você mais rápido quando você é grato. Grato a quê? Grato à vida, à luz e ao calor do Sol, ao verde das árvores, às flores que embelezam e perfumam, aos pássaros que nos contam com seu canto que a vida é alegre e boa; grato a Deus, aos seus pais, ao seu marido ou namorado ou esposa, aos seus antepassados, aos espíritos amigos; grato às dificuldades que geram excelentes aprendizados, ao passado que lhe trouxe até aqui, ao futuro que você está construindo; grato ao ar que você respira, às suas roupas, à música que você gosta, ao livro que você lê. Em tudo há motivos pra ser grato.
É o sentimento de gratidão que lhe conecta com o poder de Deus. O poder infinito que emana de Deus é aproveitado por você se você estiver receptivo. E essa receptividade acontece com a gratidão. Somos feitos à imagem e semelhança de Deus, portanto, somos perfectíveis. E ao longo do nosso processo evolutivo, reencarnação após reencarnação, vamos formando as nossas vidas e as vidas ao nosso redor de acordo com os nossos pensamentos.
Você constrói a sua vida. Em todas as suas reencarnações você construiu o que você é hoje. Seja grato para ser melhor! O pensamento de gratidão está sempre concentrado no melhor, nas coisas que provocam gratidão. Por isso quem é grato se torna uma pessoa melhor, atrai o que há de melhor e recebe o que há de melhor.
Você consegue imaginar alguém com fé sem ser grato? Acho até que a fé é efeito da gratidão. Como ter fé em Deus se você não for grato a Deus? Por outro lado, quem é grato a Deus e a tudo o que Ele nos disponibiliza, tem fé; pois confia, sabe, conhece o poder de Deus. A fé se manifesta quando há gratidão, quando há reconhecimento do poder de Deus.
Quem sente gratidão e pensa com gratidão, reconhece que a tendência é que o melhor sempre aconteça. Quem é grato espera sempre pelo melhor. Quem espera sempre pelo melhor recebe o melhor. Quem busca, acha.
Você é espírito imortal encarnado para aprender a desenvolver a disciplina, para aprender a exercer o controle do pensamento. Para que o aprendizado seja útil e benéfico, você precisa estar em harmonia com Deus. E essa harmonia é gerada pela gratidão. Todo mundo, bicho e gente, se agarra ferrenhamente à vida, mesmo nos momentos mais difíceis. Se todos queremos tanto viver, é porque é bom. Então sejamos gratos! Se você ainda tem o costume de reclamar, por favor, se esforce por abandoná-lo. Troque a reclamação pela gratidão. Seja grato e agradeça a Deus por todas as coisas que Ele nos proporciona!
Morel Felipe Wilkon

serenidade joanna de ângelis

GRATIDÃO:

um novo olhar sobre a vida

 

Vida, natureza, família, semelhante, trabalho, chefe, prova, expiação, dor, sofrimento, enfermidade, saúde, amigo, inimigo, alegria, tristeza, situação financeira são alguns exemplos dos motivos de gratidão ou reclamação de nossa parte.
Qualquer coisa pode ser razão para agradecer ou reclamar, a depender do ponto de vista.
A gente costuma reclamar de tudo. Quando chove, reclamamos do mau tempo; quando faz sol, reclamamos porque está quente; quando é noite, gostaríamos que fosse dia; quando é dia, nos incomodamos pelo desejo de que a noite chegue logo; se o tempo passa depressa, reclamamos sugerindo a ampliação do dia para 36h; se o tempo é vagaroso, lamentamos pela lerdeza do deus Cronos. Tudo, sem exceção, parece ser motivo para reclamar. Poderíamos continuar escrevendo uma página ou um livro inteiro elencando motivos de reclamação ou exemplos práticos de sua ocorrência.
Vamos fazer o contrário? Agradeçamos por tudo. Até pela dor que nos atinge profundamente. “Bendita a dor, ela é a grande sinfonia que acorda os corações humanos para a Vida Eterna”, já dizia meu pai e continua dizendo até hoje nos seus 85 anos de idade, como informação colhida de fonte oral. Segundo Emmanuel, guia espiritual do cândido Chico Xavier, “a dor é um constante convite da vida, a fim de que aceitemos uma entrevista com Deus.”1
Quando tudo está bem, tendemos a nos esquecer do agradecimento. Mas, a Misericórdia Divina, reconhecendo nossas necessidades, oferece-nos “a dor-expiação, a dor-evolução, a dor-auxílio”2 para que, humildemente, nos coloquemos diante do Senhor da Vida e, em definitivo, consigamos nos libertar de nosso passado infeliz, acordando o homem renovado para o novo mundo de regeneração.
Joanna de Ângelis, a psicóloga espiritual e guia do médium Divaldo Franco, alerta que a “reclamação é perda de tempo”.3 Realmente, quem reclama está perdendo a oportunidade de agradecer, de fazer algo útil na existência. Aquele momento de reclamação não nos leva a resultado efetivo, então, poderia ser absolutamente dispensado sem que fizesse falta alguma. Não estamos aqui cogitando da avaliação serena e necessária para determinadas situações, ocorrências e circunstâncias que vivenciamos, fruto da nossa iniciativa ou decorrente da ação de terceiros. É importante, sim, avaliarmos para melhorar o que for indispensável à caminhada evolutiva.
A reclamação, pelo contrário, não tem propósito útil. Apenas o da lamentação, que deixa transparecer nosso azedume. Seria melhor que nos silenciássemos, pois o silêncio na maioria das vezes se traduz na melhor das respostas. É como aquela expressão do ditado popular que nos exorta, quando não fomos felizes em alguma afirmação: “você perdeu uma boa oportunidade de ficar calado.”
Vamos exercitar o silêncio quando a vontade de reclamar visitar os escaninhos da mente, provocando-nos para ações menos recomendáveis. Reclamar é feio, denota falta de educação, e, dependendo de como a atitude é manifestada, ausência de respeito para com o semelhante e, sobretudo, ingratidão para com Deus.
*
Gostaria de fazer um trato e assinar tacitamente um contrato com o prezado leitor. No dia, temos três períodos claramente delimitados: manhã, tarde e noite. Vamos assumir o compromisso de agradecer pelo menos uma vez em cada período do dia. Agradeceremos: pela manhã ao acordar – cada dia é como se fosse uma nova encarnação; à tarde, quando almoçarmos ou olharmos o crepúsculo ou, ainda, estivermos no trânsito que nos oferece o ensejo de desenvolver várias virtudes, tais como a paciência, a tolerância e a indulgência; e agradeçamos ao final da noite por mais um dia, repleto de oportunidades e desafios para o aprendizado constante. Amanhã, depois de amanhã, e depois… A atitude deverá ser mantida ao longo de todo o mês. Quando este findar, na noite do derradeiro dia, o número de agradecimentos chegará a pelo menos 90 vezes!
Acredito que, após esse período, já teremos adquirido o hábito do agradecimento. A partir daí, o comportamento será espontâneo, assegurando que começamos a exercitar um novo olhar sobre a vida.
*
A reclamação reflete postura de orgulho, ao passo que a gratidão é resultado de atitude humilde.
A reclamação nos fecha para a sintonia com o auxílio superior; a gratidão facilita a sinergia com aqueles que aspiram à harmonia e ao equilíbrio dela decorrente.
A gratidão é um ato que transparece a divindade existente em cada um de nós. Já a reclamação é de nossa responsabilidade, sobre a qual deveremos prestar as devidas contas no momento em que a lei de causa e efeito nos requisitar para uma entrevista com Deus.
Se analisarmos detidamente, chegaremos à conclusão de que a vida nos oferece muito mais motivos para agradecer do que para reclamar.
Agradecer faz bem à saúde integral do indivíduo, que se sente mais aberto à sintonia com o Plano Superior da Vida, em contato com os amigos espirituais que podem ter o trabalho de inspiração facilitado pelas vias da nossa intuição a ser colocada, gradativamente, à disposição do serviço no bem.
Agradecer nos torna felizes, pois aprendemos a enxergar novos horizontes. Os nossos olhos brilham mais, identificando-se com o belo, o bom, o útil.
Agradeçamos pelo bem e pela oportunidade de melhoria, pela prova e pela expiação, pela benção do trabalho e da libertação.
Na vida, é recomendável aprendermos a agradecer mais e a reclamar menos.
Artigo originariamente publicado em Reformador.

Referências

1 XAVIER, Francisco Cândido. Material de construção. Pelo Espírito Emmanuel. São Paulo: Ideal, 1982.
2 ______. Ação e reação. Pelo Espírito André Luiz. 30. ed., 5. imp. Brasília: FEB, 2016.
3 FRANCO, Divaldo P. Desperte e seja feliz. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. 6. ed. Salvador: LEAL, 2000.

pedido a Deus

aquietai

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/