Como Fazer Nossa Reforma Íntima Renovando Atitudes

Como Fazer Nossa Reforma Íntima

Ser Melhor – Ermance Dufaux

Como fazer nossa reforma íntima?

Reforma Íntima, Renovando atitudes

O primeiro passo a mais amplos resultados nesse campo será possuir a noção bem clara do que seja essa proposta no terreno individual.
Associa-lhe, comumente, a ideia de anulação de sentimentos, negação de impulsos ou eliminação de tendências; ideias que, se não forem sensatamente exploradas, poderão tecer uma vinculação mental ao obsoleto bordão do “pecado original”, uma cultura diametralmente incoerente com a lógica espírita. Essa vinculação conduz-nos a priorizar a repressão como sistema de mudança, ou seja, a violentação do mundo íntimo, gerando um estado compulsivo de conflito e pressão psíquica, uma “tortura interior”. Esse sistema de inaceitação é caracterizado, quase sempre, pela ansiedade em aplacar sentimentos de culpa, uma fuga que declara a condição íntima de indignidade pelo fato de sentir, fazer ou pensar em desacordo com o que aprendemos nos lúcidos conteúdos da Doutrina.
A culpa não renova, limita. Não educa, contém.
Reforma íntima não é ser contra nós. Não é reprimir e sim educar. Não é exterminar o mal em nós, e sim fortalecer o bem que está adormecido na consciência.
A palavra educação, que vem do latim educere, significa tirar de dentro para fora. Renovar é extrair da alma os valores divinos que recebemos quando fomos criados.
Educação é disciplina com consentimento íntimo, fruto de um acordo conosco celebrado em harmonia, bem distante dos quadros torturantes de neurose e severidade consigo.
Claro que, para se educar é preciso controle, tendo em vista os hábitos que arregimentamos nas vidas sucessivas.
Menos contenção e mais conscientização, eis a linha natural de aprender a “dar ouvidos” aos alvitres do bem divino que retumbam qual eco de Deus na nossa intimidade.
O conjunto dos ensinos espíritas é um roteiro completo para todos os perfis de necessidades no aperfeiçoamento da humanidade. Tomar todo esse conjunto como regras para absorção instantânea é demonstrar uma visão dogmática de crescimento, gerando aflições e temores, perfeccionismo e ansiedade, que são desnecessários no aproveitamento das oportunidades.
Reforma íntima é ser melhor hoje em relação ao ontem, e jamais deixar arrefecer o desejo de ser um tanto melhor amanhã em relação ao hoje. Basta-nos aprender a ouvir a consciência e a estudar nossos instintos. Reforma é um trabalho processual. A esse respeito, assim se pronuncia a Equipe Verdade:
“Conhece bem pouco os homens quem imagine que uma causa qualquer os possa transformar como que por encanto. As idéias só pouco a pouco se modificam, conforme os indivíduos, e preciso é que algumas gerações passe, para que se apaguem totalmente os vestígios dos velhos hábitos. A transformação, pois, somente com o tempo, gradual e progressivamente, se pode operar.”
O Livro dos Espíritos – questão 800.
Exigir de si mais que o possível é dar espaço para tornarmo-nos ansiosos ou desanimados. Valorizemos com otimismo e aceitação o que temos condição de fazer para ser melhor, mas jamais deixemos de aferir sinceramente, em nosso próprio favor, se não estamos sob o fascínio de desculpismo e da fuga, e procuremos a cada dia fazer algo mais pelo bem de nós próprios e do próximo.

QUEM É JESUS

Possuidor de um conhecimento jamais igualado até os dias atuais, esse Ser Sublime ficou conhecido por todos os povos.
Ninguém, até hoje, sabe o que Ele sabia nem faz o que Ele fez.
Enquanto os astrônomos sondam os espaços procurando provas da existência de vida em outros planetas, Ele, profundo conhecedor do Universo, há mais de dois mil anos afirmou: Na casa de meu pai há muitas moradas.
Enquanto os meteorologistas procuram as causas dos fenômenos climáticos, Ele, como quem conhecia as Leis que regem a natureza ordenou à tempestade que se aquietasse, e assim se fez.
Enquanto os modernos fisiologistas sondam as moléculas do corpo humano para lhes conhecer as peculiaridades, Ele, utilizando-se da vontade, reconstituiu tecidos carcomidos pela lepra, dizendo simplesmente: Quero. Sê limpo.
Excelente físico, desafiou a Lei da gravidade, andando sobre as águas. Proeza que até agora nenhum cientista ousou imitar.
Geneticista hábil, esclareceu que o que nasce da carne é carne, e o que nasce do Espírito é Espírito. Falou com sabedoria dessa dualidade humana, esclarecendo que o Espírito sopra onde quer, e ninguém sabe donde ele vem, nem para onde vai.
Psicopedagogo jamais igualado, usou os mais excelentes métodos de educação, ensinando com maestria incomparável.
Psicoterapeuta incomum, atendeu com eficiência a intimidade das criaturas, balsamizando com ternura os corações dilacerados pela dor.
Falou em Sua língua pátria e todos, vindos das mais variadas procedências, O entendiam. Mais importante: falou ao ar livre para centenas de expectadores e todos O ouviam, sem utilizar-se dos aparelhos de amplificação da voz, hoje conhecidos.
Poeta Divino, fez vibrar as cordas mais sutis da harpa viva do coração humano, cantando as bem-aventuranças eternas.
Médico incomum, restituiu a visão a cegos, curou paralíticos do corpo e da alma, restabeleceu a esperança aos desalentados.
Magnetizador excelente, com um simples gesto reanimou pessoas dadas como mortas.
Orador incomparável, impressionou os doutores da Lei com Suas palavras lúcidas e coerentes, despertando temor e admiração ao mesmo tempo.
Anunciado pelos antigos profetas, Ele foi o Messias que veio trazer luz às trevas da ignorância, e alento aos sofredores sinceros.
Hoje, como ontem, continua ressuscitando corações tomados pela morte da indiferença e do amolentamento, enviando Seus prepostos aos círculos de dor e incompreensão.
Jesus é e continuará sendo o maior de todos os sábios…
Incansável, Ele continua repetindo o sublime convite: Quem quiser vir após mim, tome a sua cruz, negue-se a si mesmo, e siga-me.
Jesus é o modelo da perfeição moral a que o homem pode aspirar na Terra.
Criado muito antes que a Humanidade terrestre, veio ensinar o caminho que conduz à felicidade, por já tê-lo trilhado.
Nesse sentido é que o Apóstolo João anotou, no capítulo 8, versículo 58 as seguintes palavras do Mestre: Antes que Abraão existisse, eu sou!

Momento Espírita

Jesus não veio nos dar o peixe

Jesus não veio nos dar o peixe, Jesus veio nos ensinar a pescar. Jesus não veio nos dar um remédio para aliviar nossas dores, Jesus veio nos ensinar a não sentir mais dor. Mas ainda continuamos indo até Jesus em busca do peixe, em busca da solução de nossos problemas, em busca de remédio para nossas dores. E assim tiramos o foco do presente que nos foi dado por Jesus. Prestemos atenção no Sermão da Montanha.
Prestemos atenção nas parábolas de Jesus. No perdoar 70 × 7. No atirai a primeira pedra quem não tiver pecados. No daí a César o que é de César. No meu reino não é deste mundo. No Amai os vossos inimigos. No Amai-vos uns aos outros.
Lembremos sempre das últimas palavras de Jesus ” Pai perdoai-os pois eles não sabem o que fazem “. Então coloquemos estes ensinamentos de Jesus em nossas vidas e não mais teremos fome, não teremos dores que não consigamos suportar. Jesus não veio nos dar o peixe, Jesus veio nos ensinar a pescar.
Jesus não veio nos dar um remédio para aliviar nossas dores, Jesus veio nos ensinar a não sentir mais dor. Mas ainda continuamos indo até Jesus em busca do peixe, em busca da solução de nossos problemas, em busca de remédio para nossas dores. E assim tiramos o foco do presente que nos foi dado por Jesus.
Prestemos atenção no Sermão da Montanha. Prestemos atenção nas parábolas de Jesus. No perdoar 70 × 7. No atirai a primeira pedra quem não tiver pecados. No daí a César o que é de César. No meu reino não é deste mundo. No Amai os vossos inimigos.
No Amai-vos uns aos outros. Lembremos sempre das últimas palavras de Jesus ” Pai perdoai-os pois eles não sabem o que fazem “. Então coloquemos estes ensinamentos de Jesus em nossas vidas e não mais teremos fome, não teremos dores que não consigamos suportar.
Sandro Simões

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/