GOTAS DE PAZ

GOTAS DE PAZ

GOTAS DE PAZ

 

Tão pequeninas, as gotas d’água reunidas,

Formam os mares, os rios e as fontes

que sustentam a vida na terra

Sem elas, o nosso mundo seria apenas

um imenso deserto

Assim são as palavras.

Isoladas,são desenhos diminutos,

sem expressão.

Entretanto, reunidas pela inteligência

humana, formam os livros

e os documentos que ilustram

os povos. Sem elas não teríamos a

HISTÓRIA DA HUMANIDADE

Emmanuel
psicografado por Francisco C. Xavier

TREVA ANSEIA A LUZ

A Luz Inextinguível

 

“A caridade jamais se acaba.” – Paulo. (I CORÍNTIOS, 13:8.)
Permaneces no campo da experiência humana, em plena atividade transformadora.
Todas as situações de que te envaideces, comumente, são apenas ângulos necessários mas instáveis de tua luta.
A fortuna material, se não a fundamentas no trabalho edificante e continuo, é patrimônio inseguro.
A família humana, sem laços de verdadeira afinidade espiritual, é ajuntamento de almas, em experimentação de fraternidade, da qual te afastarás, um dia, com extremas desilusões.
A eminência diretiva, quando não solidificada em alicerces robustos de justiça e sabedoria, de trabalho e consagração ao bem, é antecâmara do desencanto.
A posição social é sempre um jogo transitório.
As emoções da esfera física, em sua maior parte, apagam-se como a chama duma vela.
A mocidade do corpo denso é floração passageira.
A fama e a popularidade costumam ser processos de tortura incessante.
A tranqüilidade mentirosa é introdução a tormentos morais.
A festa desequilibrante é véspera de laborioso reparo.
O abuso de qualquer natureza compele ao reajustamento apressado.
Tudo, ao redor de teus passos, na vida exterior, é obscuro e problemático.
O amor, porém, é a luz inextinguível.
A caridade jamais se acaba.
O bem que praticares, em algum lugar, é teu advogado em toda parte.
Através do amor que nos eleva, o mundo se aprimora.
Ama, pois, em Cristo, e alcançarás a glória eterna.

 

XAVIER, Francisco Cândido. Vinha de Luz.
Pelo Espírito Emmanuel. 14.ed. Rio de Janeiro, RJ: FEB, 1996. Capítulo 162.

REVELAÇÃO

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/