O AMOR E A RECIPROCIDADE

O AMOR E A RECIPROCIDADE

O AMOR E A RECIPROCIDADE

O AMOR E A RECIPROCIDADE

ALIMENTE-SE DE AMOR

Augusto Cury escreveu, “A vida sem amor é um livro sem letras, uma primavera sem flores, uma pintura sem cores…”

Nesse planeta amar sempre foi um grande problema. Todos os grandes músicos,escritores, pintores e mestres entenderam isso e a maioria sentiu isso na pele e pagou com a vida. Esse é um planeta onde amar incomoda, onde amar é pecado e sempre atrapalhou os negócios macabros das sociedades doentias que manipulam a ilusão da matéria. Aqui as divisões e guerras sempre estiveram em primeiro lugar. O amor aqui sempre possuiu regras, sempre foi manipulado,  sempre foi negado.
Até hoje, muitas pessoas escolheram evitar o amor, cada uma delas carregam motivos profundos, porém sem amor nos tornamos amargos, hipócritas, arrogantes, depressivos, orgulhosos, ridículos, tiranos, escravos, egoístas, fanáticos e enlouquecidos. Mas quando substituímos nossa natureza animal pela natureza do amor, tudo fica mais fácil.
Se você quer mudar de vida, apenas AME. Sim, exatamente,acorde de manhã amando a energia do amor que pulsa em seu peito, pois essa mesma energia está sustentando as galáxias, os planetas e equilibrando todo o Cosmos. A beleza sem amor é vazia, a política sem amor é perversa, uma oração sem amor não tem vida.
Sim, e a vida sem amor… também não teria o menor sentido. Se o caminho que você escolheu é feito de amor, o fim não tem importância, o processo terá coração. A energia do amor pode ser silenciosa, mas é eficiente e potente como trovão.

Visão de Luz

feliz hoje

Você me eleva

Não raras vezes, sinto-me triste e minha alma parece enfraquecida.
Quando os problemas chegam, meu coração se oprime. Em momentos assim, então, eu fico em silêncio aqui, esperando por você.
Quando você chega e senta-se comigo por alguns instantes, sinto-me melhor e mais confiante.
Você me eleva. Faz com que eu me sinta capaz de alcançar o topo das montanhas. Capaz de caminhar por sobre as águas de mares revoltos.
Sinto-me mais forte quando posso contar com a sua força. Sinto-me mais feliz quando estou na sua presença. Você me ajuda a ser melhor do que eu jamais poderia supor.
Mesmo quando o silêncio é o único conselho que você me oferece, mesmo quando percebo que meu fardo somente eu mesmo poderei carregar, mesmo nesses instantes de soledade, a certeza do seu amor é o que me sustenta e fortalece.
Você me eleva.
Às vezes, quando encontro o seu olhar sereno, profundo sentimento de paz me invade.Uma doce sensação de eternidade ilumina meu ser. Não temo a morte, nem mesmo as dores da vida.
Se conto com o seu amor, sei que tudo suportarei. Mesmo que a distância impeça-me de ver o seu rosto, mesmo que o tempo encha meu coração de saudade, mesmo que nossos caminhos tenham direções diferentes, mesmo assim, em minha alma há de haver para sempre o registro da sua existência.
As linhas suaves do seu rosto, o perfume dos seus cabelos, o timbre encantador de sua voz.
Você me eleva e me faz ser melhor.
O sentimento do amor é a aspiração mais sublime da alma humana. Em nome do amor, no entanto, atrocidades e equívocos são cometidos.
Desatinos não são frutos do amor. São filhos, sim, do egoísmo e do orgulho que escravizam e iludem o ser.
O amor não se confunde com o sentimento de posse. Tampouco com a paixão que arrasta para os desfiladeiros da culpa, que arrasa vidas e corrompe histórias.
Quem se sente invadido pelo ciúme, na verdade ama apenas a si próprio e deseja dominar e manietar outro ser. Quem ama não tolhe iniciativas de crescimento, nem aprisiona o ser amado.
O amor é causa de elevação e de aprimoramento das criaturas. O amor não exige reciprocidade, nem reconhecimento.
Aquele que condiciona a oferta do amor a provas e a realizações específicas do outro, na verdade comercializa afeto. O amor verdadeiro é incondicional e persiste, mesmo quando não correspondido ou adequadamente valorizado.
O maior exemplo de amor do qual dispomos é o do Cristo. Ciente da nossa condição, Ele nos oferece. Sua presença constante, sem nada exigir de nós.
Ama-nos apesar do que ainda somos.
Não obstante nossas atitudes pueris e egoístas, Ele nos acolhe e nos fortalece sempre. Eleva-nos e ajuda-nos a ser melhores. Bondoso e paciente irmão que é, guia-nos, sem nos obrigar a trilhar qualquer caminho.
Aguarda-nos, amorosa e incansavelmente, enquanto insistimos pelas sendas da dor. Deixemo-nos tocar pelo amor do Cristo, porque Ele nos fará melhores e, com certeza, será capaz de nos elevar.

Redação do Momento Espírita, com base na tradução
livre da música You raise me up, de Josh Groban.
Em 04.05.2009.
estudos e verdade

A Presença do Amor

O amor — alma da vida — é o hálito divino a espraiar-se em toda parte, Manifestando a Paternidade de Deus
 
Onde quer que se expresse, imanta quantos se lhe acercam, modificando a estrutura e a realidade para melhor.
No amor se encontram todas as motivações para o progresso, emulando ao avanço, na libertação dos atavismos que, por enquanto, predominam em a natureza humana.
Por não se identificar com o amor na sua realização incessante, a criatura posterga a conquista dos valores que a alçam à paz e a engrandecem.
Sem o amor se entorpecem os sentimentos, e a marcha da sensação para a emoção torna-se lenta e difícil.
Em qualquer circunstância o amor é sempre o grande divisor de águas.
Vivendo-o, Jesus modificou os conceitos então vigentes, iniciando a Era do Espírito Imortal, que melhor expressa todas as conquistas do pensamento.
Se te encontras sob a alça de mira de injunções dolorosas, sofrendo incompreensões e dificuldades nos teus mais nobres ideais, não te abatas, ama.
A noite tempestuosa e sombria não impede que as estrelas brilhem acima das nuvens borrascosas.
Se o julgamento descaridoso te perturba os planos de serviço, intentando descoroçoar-te, mediante o ridículo que te imponham, mesmo assim, ama.
O sarçal aparentemente amaldiçoado, no momento oportuno abre-se em flor.
Se defrontas a enfermidade sorrateira que intenta dominar as tuas forças, isolando-te no leito da imobilidade e reduzindo as tuas energias, renova-te na prece e ama.
O deserto de hoje foi berço generoso de vida e pode, de um momento para outro, sob carinhoso tratamento, reverdecer-se e florir.
O amor é bênção de que dispões em todos os dias da tua vida para avançares e conquistares espaços no rumo da evolução.
Não te canses de amar, sejam quais forem as circunstâncias por mais ásperas se te apresentem.
A Doutrina de Jesus, ora renascida no pensamento espírita, é um hino-ação de amor, assinalando a marcha do futuro através das luzes da razão unida à fé em consórcio de legítimo amor.

Autor: Joanna de Ângelis
Psicografia de Divaldo Franco

AMOR QUE LIBERTA

Bom dia

Diariamente é preciso dividir às sugestões que o mundo nos oferece, subtraindo às que às que não nos serve, somando as que demonstrem proveito justo e as multiplicando para que tenhamos estrada limpa e visão segura ao levantamento de um mundo melhor.

Comentários