O Ser Humano mantêm o Sentimento de Amor

SENTIMENTO DE AMOR


“O Ser humano mantêm o sentimento de amor dentro de si,

vivendo em busca da alma gêmea, a fim de completar-se…
As almas gêmeas nascem gêmeas nos sentimentos universais, nos ideais de engrandecimento, na grande família.
São espíritos capazes dos gestos mais nobres da renúncia
e da abnegação em favor daqueles a quem amam e,
por extensão, por todas as criaturas.”
Vera Jacubowski

AMOR

SONHOS

“Sem sonhos, a vida não tem brilho.
Sem metas, os sonhos não têm alicerces.
Sem prioridades, os sonhos não se tornam reais.
Sonhe, trace metas,
estabeleça prioridades e corra riscos
para executar seus sonhos.
Melhor é errar por tentar
do que errar por omitir!”

Augusto Cury

Amor no espiritismo

Qual a visão do amor no espiritismo? Primeiro de tudo, muito se fala e se entende em relação ao amor, mas ao contrário do que muitos dizem e enxergam, o amor não é um sentimento único, não é uma coisa só. Amor não é simplesmente o que um amado sente pelo outro.
O espiritismo sustenta que o amor é muito mais amplo do que achamos. Como classificar, por exemplo, o Amor-síntese, que é aquele que Jesus sentia por toda humanidade, da mesma forma que uma pessoa sente amor por um amigo?
Mas o que é o amor, afinal? O amor é a conexão e a atração entre as almas e os mundos. Existem diversos tipos de amor, como o amor conjugal, o amor materno, o amor filial ou fraterno, o amor da pátria, da raça e até o amor pela humanidade.
O amor é mais forte do que o ódio, mais poderoso que a morte, Se o Cristo foi o maior dos missionários e dos profetas, se tanto império teve sobre os homens, foi porque trazia em si um reflexo mais poderoso do amor divino. Jesus passou pouco tempo na Terra; foram bastantes três anos de evangelização para que o seu domínio se estendesse a todas as nações. Não foi pela ciência nem pela arte oratória que ele seduziu e cativou as multidões; foi pelo amor! Desde sua morte, seu amor ficou no mundo como um foco sempre vivo, sempre ardente. Por isso, apesar dos erros e faltas de seus representantes, apesar de tanto sangue derramado por eles, de tantas fogueiras acesas, de tantos véus estendidos sobre seu ensino, o Cristianismo continuou a ser a maior das religiões; disciplinou, moldou a alma humana, amansou a índole feroz dos bárbaros, arrancou raças inteiras à sensualidade ou à bestialidade.
Deus não exige de nós o amor impossível, pois ainda não temos capacidade para amar a tudo e a todos, principalmente aqueles que não conhecemos, mas o que Deus nos exige, e isso sim é possível, é a ausência do ódio em nossos corações. Atingir isso já é um grande passo para atingir o amor no espiritismo, ou em qualquer outra crença.
Sugerimos como leitura os seguintes livros:
O amor foi mais forte: O Amor foi mais forte: Vivenciaremos o entrelaçar de uma história com muitos sentimentos envolvidos, um misto de revolta, saudade, obsessão, vingança e até arrependimento. Leia e emocione-se!
O Amor jamais te esquece: A força do Amor amparando almas em seus dramas de expiações, personagens que viveram nos tempos de Jesus Cristo, como Públio Lentulus, Lívia, Zacarias e outros.
Amor não pode esperar: Nunca houve tanto desamor no mundo, se revelando no descaso ao próximo e a responsabilidade de cuidar bem de si. Pessoas vivem apenas de aparências e leviandades, essas atitudes tem custado caro e o sofrimento aparece tentando mostrar a verdade que muitos não querem ver, culpando os outros pelos seus desacertos. Não retarde seu progresso, faça já a sua parte porque a hora é agora e seu AMOR NÃO PODE ESPERAR.
Mundo Maior
Espiritismo, Relacionamento

casal2

Palavras e Palavras

“Jesus lho ensina, dizendo: Não te preocupes com o corpo, pensa antes no espírito; vai ensinar o reino de Deus; vai dizer aos homens que a Pátria deles não é a Terra, mas o Céu, porquanto somente lá transcorre a verdadeira vida.” O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO Capítulo 22º – Item 8.
Modulação inteligível é a palavra o veículo de compreensão entre os homens.
Entretanto há palavras que geram guerras hediondas e palavras portadoras da mensagem de paz, que amainam convulsões interiores e serenam corações em combates de extermínio.
Palavras que têm o poder de transformar o mundo alçando-o à condição de paraíso e palavras que têm a magia macabra de o precipitar em perigosos redutos do crime onde o homem recua aos primeiros estados da animalidade.
Expressões que arrancam sorrisos e vocábulos que promovem lágrimas.
Elocuções que conduzem multidões aos páramos da luz e termos que espezinham sentimentos superiores.
Na palavra está a força do pensamento exteriorizado. Por isso é a palavra perigoso instrumento em bocas viciadas manipuladas por espíritos atormentados.
No entanto, a palavra em si mesma é construção divina a serviço da vida inteligente sobre a Terra. Quantos a exteriorizam, expressam a condição de vida mental em que se demoram.
O criminoso fala “amor” quando desejaria dizer paixão pela posse.
O artista cita o “amor” quando gostaria de expressar a visão que o emociona.
O cristão recorda o “amor” quando pensa em renovar o mundo.
Em todos os casos “amor” é a mesma palavra em todas as bocas, variando, todavia, na vibração que a envolve.
Educa, então, o teu modo de pensar para expressares na palavra o teu real modo de ser.
“Eu não vim trazer a paz” disse Jesus. Move guerra à má palavra, não a pronunciando, não lhe dando valor, vencendo-a em silêncio.
Não dês paz ao erro.
Com tuas palavras, inspiradas na Boa Nova, decepa a árvore da criminalidade onde esteja e, afeiçoado ao serviço, difunde a luz na crença, seguindo para Aquele que é “a luz do mundo”.
Enriquecido por esse tesouro, – a palavra que vibra, sonora, em teus lábios, – estende esperança em volta, donde te encontras.
Há dores e desesperos gritantes junto a ti, ansiedades e angústias inumeráveis.
Desencarcera dos lábios a boa palavra e “ensina o Reino de Deus”. Talvez não possas fazer muito pelos corpos enfermos, mas podes dizer-lhes “que a Pátria deles não é a Terra, mas o Céu, porquanto somente lá transcorre a verdadeira vida”. Podes informar-lhes que estão em trânsito, devendo valorizar sofrimentos e desesperações como quem sabe identificar nos quartzos grosseiros as esmeraldas valiosas e escondidas, e nos cristais despedaçados as crisálidas de consciências em libertação.
Valoriza, dessa forma, tuas palavras, fazendo-as verter bênçãos, em nome de Deus, o Excelso Verbo.
FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito e Vida. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. LEAL. Capítulo 33.

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/