A PAZ DA REFORMA ÍNTIMA – JOANNA DE ÂNGELIS

reforma íntima joanna de ângelis

 

Reforma íntima

dove2

Quanto puderes, posterga a prática do mal até o momento que possas vencer essa força doentia que te empurra para o abismo.
Provocado pela perversidade, que campeia a solta, age em silêncio, mediante a oração que te resguarda na tranqüilidade.
Espicaçado pelos desejos inferiores, que grassam, estimulados pela onde crescente do erotismo e da vulgaridade, gasta as tuas energias excedentes na atividade fraternal.
Empurrado para o campeonato da competição, na área da violência, estuga o passo e reflexiona, assumindo a postura da resistência passiva.
Desconsiderado nos anseios nobres do teu sentimento, cultiva a paciência e aguarda a bênção do tempo que tudo vence.
Acoimado pela injustiça ou sitiado pela calúnia, prossegue no compromisso abraçado, sem desânimo, confiando no valor do bem.
Aturdido pela compulsão do desforço cruel, considera o teu agressor como infeliz amigo que se compraz na perturbação.
Desestimulado no lar, e sensibilizado por outros afetos, renova a paisagem familiar e tenta salvar a construção moral doméstica abalada.
É muito fácil desistir do esforço nobre, comprazer-se por um momento, tornar-se igual aos demais, nas suas manifestações inferiores. Todavia, os estímulos e gozos de hoje, no campo das paixões desgovernadas, caracterizam-se pelo sabor dos temperos que se convertem em ácido e fel, a requeimarem por dentro, passados os primeiros momentos.
Ninguém foge aos desafios da vida, que são técnicas de avaliação moral para os candidatos à felicidade.
O homem revela sabedoria e prudência, no momento do exame, quando está convidado à demonstração das conquistas realizadas.
Parentes difíceis, amigos ingratos, companheiros inescrupulosos, co-idealistas insensíveis, conhecidos descuidados, não são acontecimentos fortuitos, no teu episódio reencarnacionista.
Cada um se movimenta, no mundo, no campo onde as possibilidades melhores estão colocadas para o seu crescimento. Nem sempre se recebe o que se merece. Antes, são propiciados os recursos para mais amplas e graves conquistas, que darão resultados mais valiosos.
Assim, aprende a controlar as tuas más inclinações e adia o teu momento infeliz.
Lograrás vencer a violência interior que te propele para o mal, se perseverares na luta.
Sempre que surja oportunidade, faze o bem, por mais insignificante que te pareça. Gera o momento de ser útil e aproveita-o.
Não aguardes pelas realizações retumbantes, nem te detenhas esperando as horas de glorificação.
Para quem está honestamente interessado na reforma íntima, cada instante lhe faculta conquistas que investe no futuro, lapidando-se e melhorando-se sem cansaço.
Toda ascensão exige esforço, adaptação e sacrifício.
Toda queda resulta em prejuízo, desencanto e recomeço.
Trabalha-te interiormente, vencendo limite e obstáculo, não considerando os terrenos vencidos, porém, fitando as paisagens ainda a percorrer.
A tua reforma íntima te concederá a paz por que anelas e a felicidade que desejas.
Autor: Joanna de Ângelis
Psicografia de Divaldo Franco. Da obra Vigilância

DESAFIOS DA VIDA

Conceitos Comprovadamente Limitados

Em função de conceitos comprovadamente limitados, muitas pessoas consideram que a “Arte de Viver bem” está mais reservada para os que possuem acentuadas fortunas, bens materiais para usufruir ou no mínimo uma vida social e profissional bem sucedida.
Não podemos ignorar mais que quando buscamos o auto-conhecimento através de nosso próprio esforço e a positividade em nossos atos, alcançar o sucesso acaba sendo conseqüência natural de tudo que procurarmos fazer com o máximo de perfeição e amor.
Nossos pensamentos, palavras e ações quando elaborados com bons propósitos, tornam-se canais salutares para o fluxo das melhores energias.
Precisamos nos conscientizar que o exemplo digno é será sempre a base da sustentação da harmonia para as nossas vidas. Em nossos lares, na sociedade, no campo profissional, nos templos religiosos e em especial nos locais de entretenimento, temos a oportunidade de exercitar a nossa capacidade na Arte de Viver bem.
Em nosso benefício, cabe-nos o dever de nos afastar dos lugares viciosos de forma discreta e prudente, mas não nos omitindo de prestar-lhes colaboração fraterna sempre que possível.
André Luiz nos ensina que o Verdadeiro Cristão consegue descer à furna do mal para socorrer-lhe as vítimas, por que há lutas e dores que só Supremo Juiz (Deus) pode julgar.
Com Seus Exemplos e Ensinamentos Jesus nos ofereceu os recursos indispensáveis para facilitar a Arte de Viver bem conforme as Leis Deus, principalmente quando nos afirmou: “Quem me segue, siga-me com passos firmes” e em outra circunstância complementou: Quem me segue, não anda em trevas”.
Antonio Lima

LEIS DE AMOR

Como Nosso Querido Mestre Jesus nos trouxe com excepcional destaque as Leis do Amor, mais do que nunca precisamos valorizar também o maravilhoso poder de sintetizar os conceitos da época de Nosso Irmão Maior, quando então conseguiu reunir em um só mandamento, as ordenações do decálogo (dez mandamentos) e os Ensinamentos ministrados por centenas de profetas ou médiuns em mais de vinte séculos: “Amar a Deus sobre todas as Coisas e ao próximo como a si mesmo”.
Estabeleceu com Sua Sabedoria inquestionável uma Doutrina tão sublimada que apesar das acentuadas dificuldades reinantes que existiam no sistema de comunicação, em três séculos apenas, causou a derrocada de um milenar politeísmo prevalecente no mais poderoso império do mundo.
Coroando a sua missão incomparável prometeu que nos enviaria no tempo certo o Espírito Consolador que restabeleceria toda a Verdade asseverando com Sua credibilidade incontestável que “o Espírito Divino seria derramado sobre toda a carne”.
Após mais de vinte séculos não temos quaisquer tipos de dúvidas que Ele (Jesus) prevalece como “Maior Divisor de Águas do Planeta Terra”, como Mestre dos Mestres e Nossa Referência Maior para todos os tempos.
(Texto extraído do Livro “Evangelho da Redenção”).

Comentários

Os comentários realizados nesse site não são armazenados em nosso banco de dados e podem ser excluídos diretamente na página da postagem.
*Note que para excluir o comentário será necessário encontrá-lo, clicar na caixa ao lado em seguida no botão excluir... Observando que só será possível excluir o comentário se o usuário estiver logado na mesma conta utilizada na hora que efetuou o comentário.

Política de Privacidade

Qualquer dúvida visite nossa Política de Privacidade: http://www.verdadeluz.com.br/politica-de-privacidade/