ROSAS E ESPINHOS/WILLIAM SHAKESPEARE

Rosas têm Espinhos Nem palavras duras, nem olhares severos devem afugentar quem ama: as rosas têm espinhos e, no entanto, colhem-se.   WILLIAM SHAKESPEARE As rosas do infinito   Em deslumbrante paisagem das Esferas Superiores do mundo espiritual, realizava-se singular exposição. A paisagem exuberante fora carinhosamente preparada para a ocasião. Flores de todos os tipos Leia Mais


Assim como a rosa é capaz de permanecer

PERDÃO “Assim como a rosa é capaz de permanecer sempre formosa e perfeita no meio dos espinhos, a melhor forma de transformar os espinhos da dor é regá-los com a doçura do seu perdão e com um coração generoso. Simplicidade Era ele tão simples que nasceu sem a proteção das paredes domésticas. Não encontrou senão alguns homens Leia Mais


a doçura do perdão

A DOÇURA DO PERDÃO

A DOÇURA DO PERDÃO A Doçura do Perdão Assim como a rosa é capaz de permanecer sempre formosa e perfeita no meio dos espinhos, a melhor forma de transformar os espinhos da dor é regá-los com a doçura do seu perdão e com um coração generoso. Vera Jacubowski A afabilidade e a doçura No Sermão Leia Mais